23 de Fevereiro de 2009 / às 06:19 / 9 anos atrás

"Quem quer ser um milionário?" é o grande vencedor do Oscar

<p>SpanPenelope Cruz e Kate Winslet, vencedoras nas categorias melhor atriz coadjuvante e melhor atriz REUTERS/Jason Reed (UNITED STATES) (OSCARS-ARRIVALS)</p>

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - “Quem quer ser um milionário?” confirmou o favoritismo na 81a edição do Oscar, levando oito prêmios neste domingo, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor.

Danny Boyle levou a estatueta de Melhor Diretor pela sombria, mas esperançosa, história de um indiano pobre que compete em um programa de perguntas e respostas. O roteirista Simon Beaufoy venceu o prêmio de Roteiro Adaptado.

“Vocês foram tão generosos conosco nesta noite e eu quero agradecê-los por isso”, disse Boyle à platéia ao aceitar seu Oscar.

Ele também agradeceu à família, aos produtores do filme e à cidade de Mumbai, onde “Milionário” foi filmado.

“Milionário” levou ainda os prêmios de Melhor Fotografia, Melhor Mixagem de Som, Edição, Trilha Sonora e Canção. Somente sete outros filmes ganharam oito ou mais prêmios na história do Oscar.

Kate Winslet levou o prêmio de Melhor Atriz por “O Leitor”, no qual faz o papel de uma ex-guarda de prisão nazista que se envolve com um adolescente. Ela tentou segurar as lágrimas ao aceitar sua estatueta e lembrou de quando era uma menina de oito anos que sonhava em ganhar o prêmio mais importante do cinema.

“Acho que tinha uns 8 anos e olhava para o espelho do banheiro. E isso aqui era uma embalagem de shampoo”, disse Winslet, apontando para a estatueta. “Bem, não é uma embalagem de shampoo agora!”

Sean Penn conseguiu seu segundo Oscar pelo papel de Harvey Milk, um ativista gay em “Milk -- A Voz da Igualdade”.

“Seus comunistas, adoradores de gays”, disse Penn à platéia, ao receber seu prêmio. “Eu não esperava isso e queria deixar bem claro que sei quão difícil é gostar de mim”, disse Penn ao aceitar o discurso.

Penn também fez um dos poucos discursos políticos da noite, pedindo às pessoas que reavaliem suas crenças e apoiem o casamento gay.

“Acho que é hora de vocês, que votaram pela proibição do casamento gay, sentarem e refletirem, pensando em sua enorme vergonha e na vergonha aos olhos dos seus netos, caso continuem assim.”

Penélope Cruz ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por “Vicky Cristina Barcelona” e o ator Heath Ledger ganhou um Oscar póstumo por “Batman -- O Cavaleiro das Trevas”. Ledger é o segundo ator na história do Oscar a ganhar um prêmio depois de morrer. Ele morreu no ano passado, de overdose acidental de remédios prescritos.

“Este prêmio... validou a determinação de Ledger de ser realmente aceito por todos vocês aqui, seus colegas, em uma indústria que ele amava tanto”, disse o pai de Ledger, Kim, ao aceitar o prêmio em nome do filho, ao lado da mãe de Ledger, Sally Bell, e da irmã, Kate Ledger.

Mas “Milionário” foi mesmo o grande vencedor da noite, conseguindo também prêmios nas categorias Melhor Fotografia, Mixagem de Som, Edição, Trilha Sonora e Melhor Canção.

A única surpresa da noite foi o Melhor Filme em Língua Estrangeira. “Departures”, do Japão, levou o prêmio, derrotando o favorito israelense “Valsa com Bashir”.

A cerimônia começou com um número musical de Hugh Jackman, sendo aplaudido de pé por astros como Brad Pitt, Angelina Jolie, Mickey Rourke e Anne Hathway, que cantou com Jackman no palco.

“Wall-E”, sobre um robô que encontra o amor em uma Terra poluída, ganhou o Oscar de Melhor Animação.

Já “O Curioso Caso de Benjamin Button”, líder de indicações, levou apenas três estatuetas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below