Beija-Flor, em noite de Neguinho, lava a alma em busca do tri

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 07:47 BRT
 

Por Maria Pia Palermo e Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A bicampeã Beija-Flor deu um banho na avenida com o melhor desfile da primeira noite do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro. A escola ainda viu seu intérprete, Neguinho, que enfrenta um câncer, casar na Sapucaí e ser saudado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Sem dúvida foi o melhor Carnaval da minha vida", disse Neguinho da Beija-Flor, que tem 34 anos de Carnaval. "Depois de passar uma cirurgia eu não esperava passar por isso novamente", acrescentou o puxador ao deixar a avenida, no início desta segunda-feira, assediado por fãs e jornalistas.

A escola de Nilópolis, em seu enredo que conta a história do banho ao longo da humanidade, manteve o luxo característico e fez jorrar água de seus carros, inclusive com aroma de perfume.

O carro abre-alas, formado por três partes, representou o início do hábito de se banhar no Egito antigo. A escola abusou das plumas em suas fantasias, inicialmente, com a predominância de cores claras (branco e azul), que depois deram espaço a preto e violeta, representando a fase das trevas, quando o banho foi excomungado.

"Cumprimos o que a escola se propôs", disse o carnavalesco Laíla, que na conquista dos títulos dos últimos dois anos esteve à frente da Beija-Flor.

O samba "No Chuveiro da Alegria, Quem Banha o Corpo Lava a Alma na Folia", também seduziu o público, incluindo o presidente Lula e a primeira-dama, Marisa Letícia. Lula, pela primeira vez no sambódromo do Rio desde que assumiu o cargo, saudou o intérprete do camarote de onde assistiu aos desfiles.

"O presidente Lula é meu amigo, cantei em todas as campanhas que ele fez", disse Neguinho, que minutos antes se casou na avenida, numa cerimônia breve à qual havia convidado o presidente para participar e ser padrinho. "Por motivos de segurança ele não pôde ir. A gente fica triste, mas entende", afirmou o puxador, que trava uma luta contra um câncer no intestino.

Na torcida, a escola também contou com o apoio do cantor Roberto Carlos, que causou alvoroço e confusão ao pisar na Sapucaí, rodeado por seguranças, para assistir à participação do filho na bateria.   Continuação...

 
<p>Neguinho da Beija-Flor e sua esposa, Elaine Reis, se casam na Marques de Sapuca&iacute; antes de desfile da escola. REUTERS/Bruno Domingos</p>