25 de Fevereiro de 2009 / às 20:36 / em 9 anos

Salgueiro é campeão do Carnaval do Rio

<p>Foli&otilde;es do Salgueiro desfilam na Marques de Sapuca&iacute; na segunda noite do Grupo Especial do Rio de Janeiro. O Salgueiro sagrou-se campe&atilde;o nesta quarta-feira. REUTERS/Fernando Soutello</p>

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Salgueiro venceu nesta quarta-feira o Carnaval 2009 do Rio de Janeiro, quebrando um jejum de 15 anos, com um enredo dedicado à história do tambor.

A escola da Tijuca somou 399 pontos de 400 possíveis. Em segundo lugar ficou a Beija-Flor, campeã de 2007 e 2008, com 398 pontos, à frente da Portela (397,9). Vila Isabel (4o), Grande Rio (5o) e Mangueira (6o) são as outras escolas que voltarão para desfilar no sábado das campeãs. O Império Serrano, que subiu este ano para a elite, foi rebaixado novamente para o Grupo de Acesso, enquanto a União da Ilha retornou ao Grupo Especial ao conquistar o título da divisão inferior.

“O Salgueiro precisava dessa vitória, a comunidade precisava”, disse a jornalistas a presidente da escola, Regina Duran, logo após o anúncio do resultado na Praça da Apoteose. “Todo o morro do Salgueiro acreditou na escola e na direção. O morro ficou vazio tamanha dedicação”, acrescentou.

O Salgueiro, que desfilou na Sapucaí na segunda noite do Grupo Especial, homenageou os tambores de distintos países e resgatou a temática afro, com batuque, magia e axé, em seu enredo “Tambor”. O tambor também foi apresentado como elemento de comunicação entre tribos nativas, e até mesmo com os deuses.

Uma das escolas de samba de maior torcida no Rio, o Salgueiro vivia um jejum de 15 anos, quebrado este ano.

O último dos oito títulos anteriores da escola vermelha-e-branca da Tijuca foi conquistado em 1993, com o enredo “Peguei um Ita no Norte”. No ano passado, a escola foi vice-campeã.

“VETERANA” DA BATERIA

O cantor, percussionista e compositor baiano Carlinhos Brown foi destaque em um carro que representava o trio elétrico. A rainha de bateria, Viviane Araújo, que tocou tamborim na avenida, esbanjou charme e sensualidade mais uma vez à frente do coração da escola.

“Foi o meu maior momento na Sapucaí. É meu primeiro título, e jamais vou esquecer. Com 34 anos, já me sinto uma veterana como a Luma (de Oliveira) e a Luiza Brunet”, disse Viviane, referindo-se a duas das mais tradicionais rainhas de bateria do Carnaval carioca, ambas com mais de 20 anos de Sapucaí.

No carro abre-alas do Salgueiro, o grupo Intrépida Trupe simulou tocar imensos tambores com ousados movimentos de acrobacia, e a bateria do mestre Marcão conseguiu acompanhar com vigor o samba bem marcado da escola.

Um “buraco” no início do desfile não prejudicou a escola na avaliação dos jurados, que descontaram apenas um décimo no quesito evolução.

Campeã cinco vezes desde 2003, a Beija-Flor acabou vice-campeã justamente no ano em que contou com a torcida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em pleno sambódromo. O desfile da escola foi marcado pela emoção do intérprete Neguinho da Beija-Flor, que comandou o samba da escola por todo o desfile apesar de lutar contra um câncer.

“Tenho certeza que o presidente Lula não está triste, um vice-campeonato deve ser comemorado”, disse o presidente da escola, Farid Abraão David.

Para o intérprete Neguinho, o samba-enredo (”No Chuveiro da Alegria, Quem Banha o Corpo Lava a Alma na Folia!) não foi compreendido, por isso a escola perdeu.

Neguinho, que se casou na avenida minutos antes do desfile, também viu motivos para comemorar. “Não considero uma derrota, pra mim foi uma vitória esse vice-campeonato. Sou um vitorioso porque estou vivo”.

Reportagem adicional de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below