Michelle Obama diz que sente-se bem com rotina na Casa Branca

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009 21:29 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Poucas coisas agradam tanto a um pai ou mãe quanto fazer as refeições com seus filhos e colocá-los para dormir, e essas são duas razões pelas quais Michelle Obama diz que sua nova vida na Casa Branca é confortante.

Essas, e também um pouco de exercício.

Em entrevista concedida para a edição de 9 de março da revista People, a primeira-dama revelou alguns detalhes sobre sua vida familiar no mês transcorrido desde a posse do presidente Barack Obama, quando ela, o presidente e suas filhas, Malia, 10 anos, e Sasha, 7, se mudaram para o endereço 1600 Pennsylvania Avenue, em Washington.

Depois de passar mais de um ano dormindo em hotéis, entre malas, na campanha presidencial, Michelle Obama diz que hoje a família janta junta todas as noites, trocando idéias sobre os altos e baixos de seu dia. Mais tarde, o presidente pode dar boa noite a suas filhas antes de elas dormirem.

"Há anos não tínhamos a oportunidade de passar tanto tempo juntos, então isso explica porque estamos nos sentindo tão bem neste lugar", disse a primeira-dama à People.

Faz parte da rotina da família a malhação diária de Michelle e seu marido às 5h30 e o café da manhã juntos, antes de seus respectivos dias de trabalho começarem. Michelle disse que os segredos do casamento bem sucedido deles incluem a capacidade de rirem juntos e a capacidade de Obama de guardar a calma em momentos de estresse.

Mas ela não chegou a dizer que os dois são um exemplo de perfeição conjugal. "Não quero que ninguém pense que é fácil. Funciona porque nós dois nos esforçamos realmente para isso. Temos um casamento forte, mas não é perfeito."

Michelle disse que seu marido parou de fumar, por enquanto, e que Malia e Sasha ainda têm que fazer seus deveres na casa: arrumar suas camas e seus quartos e tirar a mesa depois do jantar.

"As pessoas aqui querem facilitar nossa vida. Mas já expliquei aos funcionários que crianças pequenas não precisam que suas vidas sejam superfáceis. Elas são crianças", disse ela.

E como ficou a promessa do presidente de dar um cachorro às meninas? A primeira-dama disse que a família está esperando para dar o bichinho às meninas em abril, depois das férias escolares da primavera. Mas ela tem um problema: o nome do cãozinho.

As meninas já propuseram vários nomes, incluindo Frank e Moose, mas Michelle Obama não concorda. "Eu falei 'não, vamos trabalhar um pouco mais em cima desses nomes'", disse ela.