27 de Fevereiro de 2009 / às 20:23 / em 9 anos

"Códice" de Da Vinci revela auto-retrato do artista jovem

Por Eliza Apperly

ROMA (Reuters) - Um esboço que durante cinco séculos ficou oculto sob um texto manuscrito em um dos cadernos de Leonardo da Vinci pode ser um auto-retrato dele na juventude, de acordo com especialistas italianos que “envelheceram” o desenho para compará-lo com auto-retratos do artista mais velho.

Escondido sob camadas de manuscrito numa página do “Códice sobre o Vôo dos Pássaros”, o desenho foi identificado pelo jornalista científico italiano Piero Angela, que vai apresentar imagens de sua descoberta na televisão estatal italiana RAI no sábado.

Estudando um facsímile de alta qualidade do códice, Angela primeiro detectou o esboço leve de um nariz sob o texto preto espesso da décima página do códice, disse ele em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O estudioso convocou a ajuda de historiadores da arte, especialistas forenses policiais e do departamento gráfico da RAI para converter em branco o texto preto que recobria o esboço, e então deixá-lo da mesma cor que o papel.

Ao longo de meses de trabalho com micropixels, o designer gráfico Giovanni Stillitano pouco a pouco “removeu” o texto e revelou o desenho que há por baixo. O que emergiu foi o rosto de um homem entre jovem e de meia-idade, com cabelos longos, barba curta e olhar penetrante.

Primeiramente, os traços foram comparados a todos os retratos e esboços conhecidos de homens jovens feitos por Leonardo, mas não foi encontrada nenhuma correspondência.

Então, tendo notado semelhanças com o famoso auto-retrato de Leonardo em idade avançada, pintado por volta de 1512 -- um trabalho de giz vermelho sobre papel, abrigado na Biblioteca Reale de Turim --, Angela se perguntou se o desenho poderia ser um auto-retrato de Leonardo mais jovem.

Técnicas de investigação criminal foram usadas para correlacionar digitalmente o desenho com o retrato conhecido do artista e “envelhecê-lo” com tecnologia de reconfiguração facial, afundando os ossos molares e os olhos e enrugando a fronte.

A polícia considerou as duas imagens compatíveis “a tal ponto que podemos considerar razoável a hipótese de que as duas imagens retratam a mesma pessoa”. Os resultados foram validados por um cirurgião plástico, Giuseppe Leopizzi, e verificados novamente por meio digital, quando o auto-retrato de Leonardo mais velho foi “rejuvenescido” digitalmente.

Com as rugas removidas e os olhos mais brilhantes, a versão mais jovem do auto-retrato mais velho foi superposta ao desenho recém-descoberto, e descobriu-se que era quase idêntica.

“Encontrar um novo desenho de Leonardo já é algo espantoso por si só”, disse Angela.

“Quando tentei envelhecer o rosto, colocando nele o cabelo e a barba do auto-retrato famoso, um arrepio percorreu minha espinha. Parecia um irmão gêmeo de Leonardo”.

O especialista em Leonardo da Vinci Carlo Pedretti, da Universidade da Califórnia, descreveu o desenho como “uma das conquistas mais importantes no estudo de Leonardo, no estudo de sua imagem e também no estudo de seu pensamento”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below