Nova York homenageia U2 com nome de rua

terça-feira, 3 de março de 2009 21:00 BRT
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - O U2 fez sucesso em 1987 com uma canção intitulada "Where the streets have no name" ("onde as ruas não têm nome"), e na terça-feira o prefeito de Nova York - cidade onde poucas ruas têm nome, apenas números - batizou temporariamente um trecho de Manhattan em homenagem à banda irlandesa.

Para celebrar o lançamento do 12o disco de estúdio do U2 e sua aparição todas as noites desta semana no programa do apresentador da CBS David Letterman, parte da rua 53, no centro de Manhattan - onde Letterman grava - será chamada de U2 Way.

"Os Beatles tinham a Penny Lane ("beco do centavo"), Elvis viveu no final da Lonely Street ("rua solitária")", comentou o vocalista Bono a jornalistas e fãs na esquina da Broadway com a 53.

"Estamos aqui entre a 10a Avenida e a descoladíssima Broadway, em algum lugar ao sul da Duke Ellington Way e ao norte da Praça Joey Ramone, nos encontramos... 'where the streets have no name'", disse ele.

O prefeito Michael Bloomberg afirmou que a homenagem vai durar uma semana. "'It's a beautiful day' ('é um lindo dia'), para citar uma famosa banda de rock irlandesa", disse ele. "Todos nesta cidade, eu inclusive, consideramos esses quatro dublinenses como nova-iorqunos honorários."

Ele deu uma placa de rua a cada músico, o que levou Bono a brincar. "Edge (o guitarrista) acaba de dizer que é a primeira vez que ele é visto com uma placa de rua e não é preso."

O novo álbum do U2, "No Line On The Horizon", o primeiro da banda em mais de quatro anos, deve ser um dos mais vendidos de 2009. Ele foi lançado na segunda-feira na Grã-Bretanha.

A Official Charts Company (OCC) disse que "No Line" será o décimo disco do U2 a emplacar como o mais vendido da Grã-Bretanha, igualando a marca dos Rolling Stones e de Madonna. Elvis Presley tem 11; os Beatles, 15.

O último disco do U2, "How To Dismantle An Atomic Bomb", vendeu 9 milhões de cópias no mundo.