Arqueólogos encontram estátuas de um antigo rei egípcio

quinta-feira, 5 de março de 2009 10:50 BRT
 

CAIRO (Reuters) - Um grupo de arqueólogos egípcios e europeus descobriu duas estátuas do rei Amenhotep 3o, que governou o Egito aproximadamente 3.400 anos atrás, disse nesta quinta-feira o Supremo Conselho da Antiguidade.

O arqueólogo-chefe Zahi Hawaas disse em um comunicado que a primeira estátua foi feita de granito preto, já a segunda representa o rei pela forma de esfinge, a figura com a cabeça de um homem e o corpo de leão.

Amenhotep 3o governava em uma era na qual ocorria um renascimento das artes egípcias. Ele foi sucedido pelo seu filho Akhenaten, o faraó do culto ao sol, tido por alguns como o primeiro no mundo a estabelecer uma religião monoteísta.

(Reportagem de Alaa Shahine)

 
<p>Uma das duas est&aacute;tuas encontradas por um grupo de arqueologistas do Egito e da Europa, no lado ocidental do Nilo, em Luxor, a 600 km do sul do Cairo. O grupo descobriu duas est&aacute;tuas do rei Amenhotep 3o, que governou o Egito h&aacute; 3.400 anos. REUTERS/Supremo Conselho da Antiguidade/Divulga&ccedil;&atilde;o (EGITO)</p>