Kutcher, marido de Demi Moore, vive relação com mulher mais velha em filme

quarta-feira, 11 de março de 2009 16:25 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Ashton Kutcher, de 31 anos, aprendeu a não contar os anos que passam e a não pensar na diferença de idade entre as pessoas.

Kutcher, que está em cena no filme independente "Personal Effects", que será exibido na próxima segunda-feira em Nova York, disse que ele e sua esposa Demi Moore, de 46 anos, quase não prestam atenção nos 15 anos de diferença entre eles, e que raramente pensa sobre sua própria idade.

"Não tente imaginar onde você está em uma escala, apenas esteja onde você está", disse à Reuters o ator, que é mais conhecido por seu papel como pedreiro no programa "That '70s Show".

Mas Kutcher e Moore, estrela de filmes como "Bobby" e "Até o Limite da Honra", têm sido assunto de muitas conversas em Hollywood sobre a diferença de idade desde que se casaram em 2005, e o novo filme do ator também trata de assunto semelhante.

Em "Personal Effects", Kutcher interpreta o lutador Walter, que tem um relacionamento com uma mulher mais velha e viúva, Linda, protagonizada por Michelle Pfeiffer, de 50 anos.

A irmã de Walter foi assassinada e ele tem problemas para controlar a raiva que sente daquele que foi acusado de ser o assassino. Ele e Linda, que se conheceram em um grupo de ajuda, começam um romance, em parte porque dividem um vínculo, já que seu marido também foi assassinado.

"O relacionamento no filme é um relacionamento sobre duas pessoas um tanto quanto carentes que buscam no outro o preenchimento do vazio que existe em suas vidas", disse ele.

Depois da exibição de um dia em Nova York, "Personal Effects" será lançado amplamente em DVD, no dia 12 de maio.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)

 
<p>Ashton Kutcher e sua esposa Demi Moore no tapete vermelho do Festival de Cinema de Berlim deste ano. 11/02/2009. REUTERS/Fabrizio Bensch (ALEMANHA)</p>