Washington Post extingue seu caderno de economia

sexta-feira, 13 de março de 2009 20:47 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O jornal The Washington Post deixará de publicar um caderno de economia e negócios seis dias por semana, transferindo o noticiário econômico para o primeiro caderno, num momento em que as notícias financeiras dominam as manchetes mundiais.

A decisão, explicada pelos editores em um memorando obtido pela Reuters, se deve à economia de papel, num momento de forte queda do faturamento. Mas o texto, assinado pelo editor-executivo Marcus Brauchli e por outros editores, diz que o dinheiro economizado permitirá ao jornal continuar oferecendo o que os leitores querem.

"Continuamos absolutamente comprometidos com a cobertura mais forte, aprofundada e autorizada dos negócios locais, da economia e da política econômica nacionais, e da enorme intersecção entre governo, política e dinheiro", disse o memorando.

Brauchli, ex-editor-chefe do influente diário econômico The Wall Street Journal, disse em nota à imprensa que a medida reflete "a centralidade do noticiário econômico, bem como a crescente sobreposição dos fatos políticos e econômicos no mundo de hoje".

O jornal anunciou também que reduzirá drasticamente as tabelas financeiras, e não explicou se os cortes também resultarão em demissões.

(Reportagem de Robert MacMillan)