Exposição "Wide World", de Andy Warhol, vai a Paris

terça-feira, 17 de março de 2009 15:47 BRT
 

Por James Mackenzie

PARIS (Reuters) - Andy Warhol vai a Paris numa grande exposição de retratos de celebridades, sua marca registrada. Mas uma imagem famosa de Yves Saint Laurent ficará faltando em função de uma disputa em torno da categoria do falecido estilista: artista ou criador de moda.

A exposição "Warhol's Wide World", que será aberta esta semana, traz cerca de 140 dos mais ou menos mil retratos de atores, atrizes e personalidades diversas do "jet set" feitas pelo "Papa do Pop" entre os anos 1960 e sua morte, em 1987.

Baseados em fotos existentes ou criadas com uma câmera Polaroid feita sob medida para ele, os retratos criados por Warhol, com cores estridentes, de Marilyn Monroe, Jacqueline Kennedy ou Saint Laurent viraram ícones no moderno culto às celebridades.

Ao lado de suas imagens de latas de sopa Campbell's, estão entre as mais conhecidas da arte moderna, e a expectativa é que a exposição seja uma das maiores do ano.

Warhol observou certa vez que gostaria que todos seus retratos fossem colocados lado a lado para formar uma grande pintura intitulada "Retratos da Sociedade", e o curador da exposição, Alain Cueff, lamentou que teria sido impraticável fazê-lo.

Mas o Grand Palais, um espaço enorme criado para a Exposição Mundial de 1900, foi forrada de retratos de alguns dos rostos mais famosos do século passado, desde astros como Marilyn Monroe ou Mick Jagger até artistas como Man Ray e estilistas como Giorgio Armani.

A exposição também inclui vários retratos encomendados - por 25 mil dólares cada - por indivíduos ricos que, nas palavras do catálogo da exposição, queriam "brilhar com a aura da genialidade de Warhol".

A série de retratos de Saint Laurent feita em 1974, que seria pendurada na seção "Glamour", perto de Armani e outros estilistas como Sonia Rykiel, estava sendo prevista para ser uma das atrações principais da exposição.   Continuação...

 
<p>Visitantes observam pinturas do artista norte-americano Andy Warhol durante a exibi&ccedil;&atilde;o "Le grand Monde d'Andy Warhol" no museu do Grand Palais, em Paris. 17/03/2009. REUTERS/Benoit Tessier</p>