Vento espalha cheiro da privada de Bob Dylan

terça-feira, 17 de março de 2009 18:38 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Bob Dylan já cantou o vento muitas vezes, em canções sobre os ventos da transformação, o "vento idiota" e os ventos que sopram forte na região da fronteira.

Na terça-feira, porém, alguns de seus vizinhos na Califórnia estavam cantando uma música nova sobre o vento que está espalhando o cheiro de sua privada em Malibu.

Uma família que vive perto da casa do ícone do folk e rock de 67 anos, na elegante comunidade californiana à beira-mar de Malibu, fez uma queixa junto às autoridades da cidade sobre uma privada portátil externa que, aparentemente, é usada por guardas no terreno de Bob Dylan.

Cindy e David Emminger dizem que vapores de produtos químicos usados no tratamento de resíduos saem da privada e que o mau cheiro, carregado pelas brisas do oceano Pacífico, faz sua família sentir enjôo.

"É um escândalo", disse Davie Emminger ao jornal Los Angeles Times. "O 'sr. Direitos Civis' está acabando com nossos direitos civis."

Um helicóptero de uma emissora de TV local sobrevoou o imóvel de Bob Dylan esta semana, captando imagens em vídeo da privada que é o pivô da polêmica.

Mas o prefeito de Malibu, Andy Stern, disse que outros vizinhos dizem não sentir nenhum cheiro vindo da privada e falou que deixou o assunto a cargo dos responsáveis pelas normas da cidade contra maus cheiros.

"Não me envolvi com a questão da privada de Bob Dylan, e, na verdade, com a privada de ninguém em Malibu", disse Stern à Reuters.

Um porta-voz de Dylan não retornou as ligações feitas ao cantor.

Dylan, cujo álbum mais recente, "Together Through Life", está previsto para chegar às lojas em 28 de abril, foi incluído no Hall da Fama do Rock and Roll em 1988. Seus maiores sucessos incluem "Like a Rolling Stone", "All Along the Watchtower" e "Blowin' In the Wind".

 
<p>Bob Dylan toca em show no Wiltern Theatre, em Los Angeles. 5/5/2004 REUTERS/Rob Galbraith</p>