Vaticano desaprova "Anjos e Demônios"

segunda-feira, 23 de março de 2009 12:08 BRT
 

ROMA (Hollywood Reporter) - O Vaticano pode encampar um pedido oficial de boicote a "Anjos e Demônios", a continuação de "O Código Da Vinci", de Ron Howard.

O jornal oficial do Vaticano publicou um artigo na edição de sexta-feira ressaltando que a Igreja "não poderia aprovar" um filme tão problemático. O jornal de Turim "La Stampa", entretanto, disse que o Vaticano iria em breve convocar um boicote contra o filme, ainda que no mesmo artigo o arcebispo Velasio De Paolis advertiu contra o "efeito bumerangue", que poderia chamar mais a atenção ao filme e eventualmente torná-lo mais popular.

A assessoria de imprensa do Vaticano recusou-se a fazer comentários sobre a notícia.

Produtores pediram permissão a autoridades da Igreja para filmar cenas de "Anjos e Demônios" no Vaticano, mas os pedidos foram negados.

Membros da Igreja defenderam um boicote contra "O Código da Vinci" quando foi lançado em 2006, mas teve um efeito muito pequeno na popularidade do filme, baseado no best-seller de Dan Brown. O filme arrecadou aproximadamente 760 milhões de dólares nas bilheterias do mundo inteiro.

"Anjos e Demônios" traz muitos dos mesmos personagens de "O Código Da Vinci", mas a história acontece antes dos eventos retratados no primeiro filme. "Anjos e Demônios" estreará mundialmente no dia 15 de maio.

 
<p>O ator Ewan McGregor e a atriz Ayelet Zurer na pr&eacute;via do filme "Anjos e Dem&ocirc;nios" na Igreja de St. Marta, no centro de Roma. 15/02/2009. REUTERS/Alessia Pierdomenico</p>