Gravadoras apostam em flexibilidade com novos preços da iTunes

terça-feira, 7 de abril de 2009 10:18 BRT
 

Por Yinka Adegoke

NOVA YORK (Reuters) - A Apple e as grandes gravadoras estão apostando que o lançamento de um sistema de preços em três níveis na iTunes Music Store vai estimular as vendas de música, com uma nova combinação de pacotes baseados em canções que oferecerá mais escolha aos consumidores.

A Apple anunciará seu novo sistema de três faixas de preço -- 69 centavos de dólar, 99 dólar centavos de dólar e 1,29 dólar -- nesta terça-feira, de acordo com diversas pessoas familiarizadas com os seus planos. Desde sua inauguração, em 2003, todas as faixas vendidas pela iTunes custavam 99 centavos de dólar.

A estratégia de preço único anteriormente adotada há muito causava fricção entre a Apple e as gravadoras, segundo as quais as canções deveriam ter preços diferenciados a fim de refletir o valor percebido nelas pelos consumidores.

As gravadoras enfim conseguiram o que desejavam.

Embora a maioria das faixas deva continuar a ser vendida por 99 centavos de dólar, alguns dos maiores sucessos agora custarão 1,29 dólar. Muitas das canções mais antigas do catálogo passarão a custar 69 centavos de dólar.

Talvez antecipando uma reação adversa dos consumidores aos aumentos de preços, executivos, que conversaram com a Reuters antes do lançamento, apontaram que, para cada canção cujo preço será aumentado para 1,29 dólares, 10 títulos terão seus preços reduzidos a 69 centavos de dólar.

Mas esses executivos disseram que a maior vantagem do novo esquema de preços seria a flexibilidade de criar novos produtos digitais além do álbum.

"Estamos pensando além do disco a fim de atingir uma nova geração de consumidores que pode consumir música em qualquer aparelho; não se trata mais apenas de faixas musicais", disse o executivo de uma gravadora, que participou das negociações mas pediu que o nome da empresa não fosse mencionado antes do lançamento.

Por exemplo, uma gravadora poderia vender uma canção nova e seu vídeo por 1,29 dólar, ou formar um pacote com um ringtone. O preço mais baixo no futuro significaria que a iTunes poderá vender álbuns a preços mais competitivos, ainda que as indicações iniciais sejam de que os preços dos álbuns não mudarão de imediato.

(Reportagem de Yinka Adegoke)