Escritora espanhola Corín Tellado morre aos 82 anos

sábado, 11 de abril de 2009 10:28 BRT
 

MADRI (Reuters) - A produtiva autora espanhola de romances Corín Tellado morreu neste sábado em sua residência em Gijón, informou a Rádio Nacional da Espanha.

A escritora, cujo nome verdadeiro era Socorro Tellado López, publicou 4 mil títulos e vendeu algo como 400 milhões de exemplares de suas obras, o que a levou a entrar na edição local do livro de recordes Guiness como a autora mais vendida em língua espanhola, segundo seu site.

Corín Tellado, nascida em 1927, publicou seu primeiro romance em 1946, depois que o dono de uma livraria a colocou em contato com a editora Bruguera, que editou a obra "Atrevida Apuesta".

Bruguera a contratou com o compromisso de entregar um romance por semana. Suas histórias causaram furor na Espanha do pós-guerra e Corín ficou na editora até 1986.

Em 1951, a escritora passou a fazer grande sucesso na América Latina após a revista Vanidades tê-la contratado para escrever dois romances curtos ao mês.

Suas obras chegaram a ser adaptadas para o cinema, como "Tengo que abandonarte", dirigida por Antonio del Amo em 1970. A autora também dedicou-se às radionovelas.

Ela cedeu os direitos de algumas de suas obras para adaptações de televisão na Espanha e na América Latina.

Corín Tellado foi admirada por escritores como Guillermo Cabrera Infante e Mario Vargas Llosa.

(Reportagem de Emma Pinedo)