Leilão de itens de Michael Jackson é cancelado após acordo

quarta-feira, 15 de abril de 2009 12:37 BRT
 

Por Jill Serjeant

BEVERLY HILLS (Reuters) - Um grande leilão de objetos pertencentes ao astro pop Michael Jackson marcado para a próxima semana foi cancelado e os organizadores concordaram em devolver todos os itens para o cantor.

O leiloeiro Darren Julien disse à Reuters, na terça-feira, que o cancelamento do evento, que seria realizado entre 22 e 25 de abril, era resultado de um acordo com Jackson, que abriu um processo em março pedindo a devolução de certos objetos.

Uma exibição pública dos 1.400 lotes, aberta na terça-feira em Beverly Hills, continuará até o dia 25 de abril.

"O leilão não vai acontecer. Queríamos chegar a um acordo (com Michael Jackson) e obtivemos um hoje que é mutuamente aceitável e benéfico", afirmou Julien.

Ele disse que todos os itens -- incluindo uma luva branca que possui um cristal, usada pelo cantor nas performances da música "Billy Jean", e os portões do rancho Neverland, na Califórnia -- seriam devolvidos para Michael Jackson quando a exibição for encerrada.

O porta-voz do cantor, Tohme R. Tohme, afirmou em um comunicado conjunto com Julien que os dois lados "estão satisfeitos" com o acordo e que ele "permite que Michael Jackson preserve a propriedade da Coleção Michael Jackson."

Julien assinou acordos com Tohme e removeu do leilão centenas de itens do rancho Neverland, que foi vendido pelo cantor. A expectativa era que o leilão arrecadasse cerca de 10 milhões de dólares.

O evento seria o maior leilão autorizado de itens associados ao Rei do Pop, que está virtualmente recluso desde a sua absolvição, em 2005, de acusações de molestar um garoto no rancho Neverland.   Continuação...

 
<p>Pertences do astro Michael Jackson exibidos em leil&atilde;o em Beverly Hills. 13/04/2009. REUTERS/Mario Anzuoni</p>