Crise derruba fortunas de Elton John, McCartney e Mick Jagger

sexta-feira, 24 de abril de 2009 09:59 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os cantores britânicos Paul McCartney, Elton John e Mick Jagger perderam uma boa parte de suas fortunas no ano passado devido à crise econômica global, de acordo com uma lista de pessoas ricas publicada nesta sexta-feira.

Assim como algumas das pessoas mais ricas do mundo, os músicos tiveram suas riquezas afetadas pelas quedas nos valores de propriedades, ações e outros investimentos, informou uma pesquisa anual do jornal Sunday Times.

A fortuna pessoal de Elton John caiu mais do que um quarto, de 235 milhões de libras (342,3 milhões de dólares) para 175 milhões de libras no ano passado.

O cantor de 62 anos, cujas músicas de sucesso incluem "Your Song" e "Rocket Man", viu sua riqueza diminuir devido a uma combinação de efeitos do declínio econômico, incluindo uma redução das atividades comerciais, o fim de uma lucrativa série de apresentações em Las Vegas e doações de 42 milhões de libras a entidades de caridade.

O ex-Beatle McCartney viu 60 milhões de libras sumirem de sua fortuna no ano passado, um declínio de 12 por cento.

Com Jagger, vocalista dos Rolling Stones, foi ainda pior. Seus bens caíram 16 por cento, para 190 milhões de libras.

O topo da lista dos milionários da música britânica foi ocupado por um nome menos conhecido: Clive Calder, que criou a gravadora Zomba, que hospeda artistas como Britney Spears. Ele vendeu a marca há sete anos por cerca de 3 bilhões de dólares.

De acordo com a lista, a riqueza atual de Calder não mudou no ano passado, permanecendo em 1,3 bilhão de libras.

Judy Craymer, produtor do musical "Mamma Mia!", foi quem mais subiu na lista. Suas finanças cresceram 29 por cento, para 75 milhões de libras, devido à bem-sucedida adaptação do show para o cinema em Hollywood.   Continuação...

 
<p>Cantor brit&acirc;nico Elton John durante show em S&atilde;o Paulo. 17/01/2009. REUTERS/Paulo Whitaker</p>