Filme "Star Trek" quer surpreender novos e antigos fãs

terça-feira, 5 de maio de 2009 16:39 BRT
 

Por Frank Simons

LOS ANGELES (Reuters) - Quando o diretor J.J. Abrams idealizou o novo filme "Star Trek" ("Jornada nas Estrelas"), ele pensou no prólogo do seriado original de tevê, e pelo menos uma pessoa crucial aprovou: o comandante Spock.

Para os novos "trekkies" (os fãs de "Jornada nas Estrelas") -- e é provável que surjam muitos mais quando o filme chegar aos cinemas dos EUA na sexta-feira -- o seriado de tevê dos anos 1960 começou com um prólogo sobre as viagens da nave espacial Enterprise e sua tripulação, que "se aventurava onde ninguém nunca antes esteve", na "fronteira final" do espaço.

Para reacender a chama da franquia que gerou cinco seriados de tevê e dez filmes ao longo de aproximadamente 40 anos, Abrams fez exatamente isso -- aventurou-se onde nenhum contador de histórias de "Jornada nas Estrelas" se aventurara antes, contando a história de como o capitão James T. Kirk, o Dr. "Bones" McCoy e o vulcano Spock se tornaram tripulantes da nave Enterprise.

Mas modificar o "cânone" -- os fatos e personagens que formam a mitologia de "Star Trek" -- pode deixar multidões de "trekkies" antigos pensando que Abrams fez algo "altamente ilógico", como poderia ter dito Spock. O antigo Spock, Leonard Nimoy, discorda.

"O cânone só é importante para certas pessoas porque elas se aferram ao conhecimento das minúcias", disse Nimoy à Reuters. "Abra sua mente! Seja fã de 'Star Trek', abra sua mente e pergunte 'para onde Star Trek quer me conduzir agora?'."

Para onde o público será conduzido? O caminho para a frente conduz ao passado.

O público descobrirá que o confiante capitão Kirk (Chris Pine) foi um "bad boy" brigão do Iowa que entrou para a Academia Star Fleet e venceu o teste do simulador "impossível de derrotar" idealizado pelo jovem Spock (Zachary Quinto).

Juntamente com os tripulantes McCoy, Nyota Uhura, Hikaru Sulu, Pavel Chekov e o engenheiro Scotty, eles embarcam na Enterprise como jovens em sua primeira aventura espacial.   Continuação...

 
<p>Uma vis&atilde;o geral da estreia do filme "Star Trek" no Grauman's Chinese theatre em Hollywood. 30/04/2009. REUTERS/Mario Anzuoni</p>