May 8, 2009 / 3:44 PM / 8 years ago

Biblioteca Britânica expõe letra desconhecida de George Harrison

4 Min, DE LEITURA

<p>Foto de arquivo do ex-Beatle George Harrison. 06/05/1998.Kieran Doherty</p>

LONDRES (Reuters Life!) - Uma letra de música desconhecida de George Harrison, datando de 1967 e encontrada no chão do estúdio Abbey Road, está sendo exposta na Biblioteca Britânica.

Escrita quando Harrison tinha 23 ou 24 anos, a canção sem título é de uma fase em que os Beatles tinham deixado de fazer turnês para passar mais tempo no estúdio, trabalhando sobre o álbum "Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band."

Hunter Davies, biógrafo dos Beatles, encontrou a letra quando fazia pesquisas para uma nova edição da biografia oficial dos Beatles, que acaba de ser relançada, mais de 40 anos após sua publicação original.

Na introdução à nova edição do livro, Davies recorda como recolheu letras dos Beatles jogadas no chão do estúdio, como lixo, e as guardou como suvenires.

Em release para a imprensa, a biblioteca disse que "se Davies não tivesse recolhido os papéis, é quase certo que teriam sido jogados fora pelos faxineiros."

Harrison nunca gravou a canção, disse a biblioteca, e é possível que nunca tenha criado música para a letra, cuja tradução segue abaixo.

"Fico feliz por dizer que é apenas um sonho

Quando topo com pessoas como você,

É apenas um sonho, e você o torna obsceno

Com as coisas que você pensa e faz.

Você é tão inconsciente da dor que carrego

E tem ciúmes pelo que não pode fazer.

Há momentos em que sinto que não há esperança para você

Mas também sei que isso não é verdade."

No reverso da folha há instruções sobre como chegar à casa de campo em Sussex de Brian Epstein, o empresário dos Beatles, escritas na letra de Epstein.

Isso significa que Harrison deve ter escrito a letra antes de agosto de 1967, quando Epstein foi encontrado morto em sua residência em Londres, depois de uma overdose acidental de soníferos.

"A letra escrita por George é tudo o que resta da canção. Só podemos imaginar como ela poderia ter soado. É um artigo inestimável e tremendamente interessante de memorabília dos Beatles", disse Jamie Andrews, diretor de manuscritos literários modernos da Biblioteca Britânica.

Embora as composições dos Beatles fossem atribuídas a Lennon/McCartney, na realidade a maioria das canções era 90 por cento de John Lennon ou 90 por cento de Paul McCartney, e não frutos de uma cooperação 50/50 entre os dois, de acordo com a biblioteca.

"A letra manuscrita de cada canção exposta ilustra isso. Por exemplo, 'Help' é uma das criações de Lennon e está em sua letra. 'Yesterday' e 'Michelle' são de McCartney e estão na letra dele. Isso torna a letra de George Harrison ainda mais rara."

Também constam da coleção objetos de memorabília que vão desde um cartão de membro de fã-clube dos Beatles até a letra de "A Hard Day's Night" escrita por Lennon no verso de um cartão de aniversário enviado a seu filho Julian.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below