May 15, 2009 / 8:39 PM / 8 years ago

Scorsese apresenta em Cannes projeto para clássicos restaurados

3 Min, DE LEITURA

<p>Diretor Martin Scorsese chega para exibi&ccedil;&atilde;o de "Bright Star" no 62o Festival de Cannes. 15/05/2009Regis Duvignau (</p>

Por Bob Tourtellotte

CANNES, França(Reuters) - O premiado cineasta Martin Scorsese apresentou na sexta-feira em Cannes um convênio destinado a exibir filmes clássicos restaurados em festivais, escolas e pela Internet, de modo a ampliar o público dessas relíquias.

A World Cinema Foundation, fundada e presidida pelo diretor de "Os Infiltrados", vai trabalhar com as empresas B-Side Entertainment e The Auteurs para lançar e divulgar os filmes que a WCF armazena.

"A restauração só é significativa se as pessoas puderem ver a obra", disse Scorsese a jornalistas no festival de Cannes, onde será exibida uma cópia restaurada de "Os Sapatinhos Vermelhos".

A WCF espera fazer a pré-estreia de seus títulos em Cannes, o maior festival de cinema do mundo, e depois disso a B-Side irá colocá-los no circuito de festivais, museus, universidades e cineblubes, além de disponibilizá-los em sites como iTunes e Netflix.

A The Auteurs vai ajudar a divulgar os filmes para o público da Internet por meio do seu site de relacionamentos, que ela chama de "sala de cinema online".

Finalmente, os títulos serão disponibilizados em DVD e em edições especiais, numa parceria com a empresa The Criterion Collection.

A restauração é um assunto importante para a indústria cinematográfica, já que as cópias máster de muitos clássicos estão sem condições de uso ou sumiram.

Scorsese disse que quase 90 por cento dos filmes mudos dos EUA não existem mais, assim como originais de clássicos como "Soberba" (1942), de Orson Welles.

O cineasta disse que conhecer esses filmes é importante para uma geração de jovens plateias criadas à base de filmes de ação de Hollywood. "Quanto mais plateias virem esses filmes, mais elas vão querer ver outros filmes assim, e aí o que acontece é que a plateia muda, o que significa que os filmes que estão sendo feitos mudam", disse Scorsese.

"Há uma plateia para filmes especiais, e bons filmes, para uma forma diferente de olhar o mundo - e não só para os 'blockbusters'".

"Os Sapatinhos Vermelhos" é um desses títulos. Dirigido em 1948 por Michael Powell e Emeric Pressburger, conta a história de uma ambiciosa bailarina, e é considerado uma obra-prima que inspirou outros cineastas. Scorsese contou que o viu pela primeira vez aos 8 anos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below