"Anjos e Demônios" domina bilheterias na América do Norte

domingo, 17 de maio de 2009 17:09 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - "Anjos e Demônios," thriller religioso protagonizado por Tom Hanks, assumiu o primeiro lugar nas bilheterias da América do Norte após vender a quantia respeitável de 48 milhões de dólares em entradas, ainda atrás do badalado predecessor "O Código da Vinci," afirmou neste domingo a distribuidora do filme.

Especialistas em bilheteria previam que a produção estreasse com vendas entre 40 e 50 milhões de dólares. A Columbia Pictures disse que está empolgada com os resultados.

Em 2006, "O Código da Vinci" estreou com 77 milhões de dólares em bilheteria. O filme arrecadou 217,5 milhões de dólares no mercado doméstico e 540,7 milhões de dólares em termos internacionais.

Os dois filmes são baseados em best-sellers de Dan Brown. No entanto, a Columbia afirmou que o primeiro livro vendeu o dobro de cópias do segundo, numa indicação clara de que essa produção não alcançaria a primeira. "O Código da Vinci" gerou polêmica com a suposição de que Jesus teria sido casado.

Hanks volta como um professor de Harvard com a missão de salvar o papado. O diretor Ron Howard também marca presença outra vez. Os dois filmes têm ainda outro ponto em comum: os críticos odiaram os dois --"Anjos e Demônios" um pouco menos.

O filme também arrecadou 104,3 milhões de dólares em 96 países. Segundo a Columbia, foi a maior estreia internacional desde "Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal," no ano passado. A Columbia é uma unidade da Sony.

 
<p>Foto de arquivo do ator Tom Hanks chegando para a estreia do filme "Anjos e Dem&ocirc;nios" em Roma. 04/05/2009. REUTERS/Alessia Pierdomenico</p>