Filme sobre Coco Chanel e Stravinsky encerra Festival de Cannes

domingo, 24 de maio de 2009 10:27 BRT
 

Por Mike Collett-White

CANNES (Reuters) - Um retrato detalhado do breve caso entre o compositor russo Igor Stravinsky e a pioneira da moda Coco Chanel no início dos anos 1920 fechará as cortinas do festival de Cannes neste domingo.

"Coco Chanel & Igor Stravinsky", dirigido pelo diretor holandês Jan Kounen, estrela Anna Mouglalis e Mads Mikkelsen nos papéis-título e é baseado em romance de Chris Greenhalgh que mistura fato e ficção.

O filme abre com a infame estréia de "O Rito da Primavera" em Paris, 1913, quando a trilha musical de Stravinsky e a coreografia experimental de Vaslav Nijinsky foram recebidos com vaias e gritos, quase um tumulto generalizado.

Sete anos depois, Chanel, que compareceu à estréia, é apresentada ao empobrecido compositor e convida ele e sua família a se mudar para sua vila.

Embora os fatos do que aconteceu durante a breve estadia sejam nebulosos, no filme os personagens têm um caso tórrido que alimenta sua criatividade.

"Eu descobri que Coco esteve na estréia de "O Rito da Primavera" e que Stravinsky viveu em sua casa em 1920, isso é um fato," disse Greenhalgh aos repórteres em Cannes.

"Fora isso, há pouca informação. Eu tinha o esqueleto dos fatos e a liberdade de inventar tudo que se passou na vila."

As primeiras críticas elogiaram o visual do filme, que recria o suntuoso estilo Art Deco da vila e os modismos da Paris dos anos 1920, mas muitas disseram que os atores não conseguiram injetar vida nos personagens históricos.   Continuação...

 
<p>Atriz francesa que atuou no filme "Coco Chanel &amp; Igor Stravinsky" no 62o Festival de Cannes. 24/05/2009. REUTERS/Jean-Paul Pelissier</p>