Andrea Bocelli faz concerto no Coliseu por vítimas de terremoto

terça-feira, 26 de maio de 2009 11:57 BRT
 

ROMA (Reuters) - As autoridades de Roma raramente autorizam a realização de concertos dentro do Coliseu, mas na segunda-feira à noite houve uma exceção quando o tenor Andrea Bocelli cantou em um ato beneficente para ajudar as vítimas do terremoto que atingiu a Itália no dia 6 de abril.

Bocelli cantou 12 árias e canções napolitanas para uma audiência de elite de algumas centenas de pessoas que pagaram 1.000 euros (1.400 dólares) pelo ingresso para ajudar a reconstruir o conservatório de música de L'Áquila, que foi seriamente danificada no terremoto que matou cerca de 300 pessoas.

O tenor cego, sozinho ou junto com a soprano romena Angela Gheorghiu, cantou "Ave Maria", de Schubert, "O mio babbino caro", de Puccini, e clássicos napolitanos como "O surdato 'nnamumurato" e "Santa Lucia Luntana".

Os 90 minutos de concerto foram transmitidos ao vivo pela televisão estatal RAI.

O show incluiu leituras sobre as vítimas do terremoto interpretadas pelos atores Virna Lisa e Leo Gullotta e acabou com a apresentação de Bocelli de "Nessun Dorma", da ópera Turandot, de Puccini.

Entre os que estavam presentes estava a atriz italiana Gina Lollobrigida.

Os cantores estavam acompanhados pela Orquestra Sinfônica Abruzzese, da região que foi devastada pelo terremoto, e o Nuovo Coro Lírico Sinfônico Romano.

Apresentadores da Academia Nacional de Dança, cobertos de poeira branca para simular as vítimas do terremoto, dançaram lentamente em várias partes do Coliseu durante o concerto.

Por causa da condição delicada da arena de 2.000 anos e do espaço limitado para um palco, apenas poucos concertos ocorreram dentro do antigo anfiteatro. Estes incluem performances de Ray Charles e Paul McCartney.

(Reportagem de Philip Pullella)

 
<p>Foto de arquivo do tenor italiano Andrea Bocelli. 16/12/2006. REUTERS/Darrin Zammit Lupi</p>