Rapper Kanye West promete vestidos dignos de tapete vermelho

quarta-feira, 27 de maio de 2009 13:00 BRT
 

Por Mark Egan

NOVA YORK (Reuters Life!) - O rapper Kanye West diz que, se algum dia lançar sua grife própria, a Past Tell, será um estilista de primeira linha e criará vestidos dignos de serem vistos em um tapete vermelho.

"Sei que, desde a eleição (do presidente norte-americano Barack Obama), não podemos mais usar o argumento da raça, mas vamos usar esse cartão pela última vez: não existe estilista negro que você possa citar como este, que cria vestidos para o Oscar", disse West em entrevista, mostrando que não lhe falta autoconfiança.

"Não apenas vou extrapolar o conceito do estilista urbano de hip-hop, como vou criar vestidos que acabarão no tapete vermelho do Oscar", acrescentou.

Kanye West, que já declarou que seu rap fará dele a voz de sua geração, vem dizendo há muito tempo que vai lançar uma grife de moda, mas não informou quando suas criações serão mostradas.

Em abril a revista New York disse que os modelos do cantor começariam a ser vendidos na Internet em pouco tempo, embora, após um ano de trabalho, West até agora só tenha produzido três peças de vestuário e um cinto.

Ele desenhou um tênis Louis Vuitton que estará disponível nas lojas a partir de junho.

Kanye West disse que, quando lançar sua grife, "ela também será acessível", incluindo desde jeans e camisetas de baixo preço até peças de alta-costura. "Quero mostrar minha opinião sobre o que é o melhor."

Ele disse que, não obstante informações veiculadas, não trabalhará como estagiário de um estilista famoso para preparar-se para o lançamento de sua própria grife. "Vou criar minha grife própria. Quero aprender o máximo possível, mas vou aprender enquanto crio minha grife."

Rapper premiado com o Grammy, conhecido por sua música agressiva e declarações públicas francas sobre tudo, desde a questão racial nos EUA até o Twitter, West fez seus comentários durante entrevista para promover seu livro "Thank You And You're Welcome".

 
<p>Foto de arquivo do rapper Kanye West na semana da moda em Nova York. 15/02/2009. REUTERS/Eric Thayer</p>