Filarmônica de Nova York vai tocar tema de "Platoon" no Vietnã

sexta-feira, 5 de junho de 2009 16:38 BRT
 

Por John Ruwitch

HANÓI (Reuters) - A Orquestra Filarmônica de Nova York vai tocar o comovente tema orquestral do filme de Oliver Stone "Platoon", sobre a Guerra do Vietnã, em Hanói em outubro, e as razões são puramente artísticas.

O "Adágio para Cordas" do compositor americano Samuel Barber faz parte do programa do primeiro concerto que a orquestra fará no Vietnã, ao lado de clássicos de Beethoven e Mozart, disse a jornalistas o diretor musical indicado da orquestra, Alan Gilbert.

"Quando fazemos turnês, frequentemente procuramos tocar música de compositores americanos, e há limitações no tamanho do palco neste caso", disse ele durante visita preparatória a Hanói esta semana, mais de 34 anos depois do fim da guerra.

A composição solene de Barber, apenas para cordas, requer um número relativamente pequeno de músicos no palco.

"Em vista dos vários fatores que temos que levar em conta - e há muitos, acredite --, pareceu uma escolha maravilhosa, já que é uma música tão bela, uma das realmente grandes expressões da música americana", disse Gilbert.

O Teatro de Ópera de Hanói é uma pequena jóia, construída há cerca de 100 anos pelo governo francês da então Indochina, com lugar para cerca de 600 pessoas.

Na realidade, segundo Zarin Mehta, presidente e diretor executivo da Filarmônica, o teatro, um marco histórico colonial de Hanói, foi uma das razões pelas quais a orquestra pensou em ir ao Vietnã.

"Dissemos 'o Vietnã é um lugar onde sabemos que existe esse teatro de ópera maravilhoso'", disse Mehta. A Filarmônica entrou em contato com diplomatas vietnamitas nos Estados Unidos, e o convite chegou pouco depois.