Estrela do grafite do Reino Unido lança mostra secreta de arte

sexta-feira, 12 de junho de 2009 14:09 BRT
 

Por Paul Lauener

LONDRES (Reuters) - O artista anônimo de grafite Banksy, cultuado ao redor do mundo, voltou à sua cidade natal Bristol, oeste da Inglaterra, para lançar sua maior exibição até o momento.

Característico para um homem que mantém sua identidade secreta, o projeto é marcado pelo no mistério. A mídia, vereadores locais e até mesmo funcionários do museu só souberam do projeto nesta sexta-feira, um dia antes de ficar pronto para a abertura.

Há mais de 100 exibições, incluindo 70 novos trabalhos. Um deles é uma escultura projetada para mostrar uma mãe pássaro e dois pintinhos em um ninho, mas usando três câmeras de circuito fechado de TV para simbolizar a sociedade sob vigilância da Grã-Bretanha.

"Esta foi a primeira mostra de todas que eu fiz em que o dinheiro dos contribuintes foi usado para pendurar minhas pinturas, em vez de tirá-las", disse o artista, segundo a BBC. "Esta mostra é a minha visão do futuro."

Muitos dos trabalhos de Banksy estão escondidos entre as pinturas tradicionais dos museus de arte, imitando um feito dele de 2003m quando entrou com uma obra na galeria Tate Britain, em Londres, e a pendurou na parede, sem ser percebido por horas.

Banksy se tornou famoso pelos grafites ilegais de rua, incluindo pinturas nos muros da Cisjordânia e uma figura de tamanho real de um detento de Guantánamo na Disneylândia da Califórnia.

Simon Cook, vice-líder da Câmara de Bristol e responsável pelas artes da cidade, disse que ficou emocionado com a volta de Banksy, apesar de sua natureza controversa.

"Todo mundo aceita que isto (sua nova exibição) poderia ocorrer em Los Angeles, Nova York, Londres, mas ele insiste em vir a Bristol... e é apenas ele voltando para casa", disse Cook.   Continuação...

 
<p>Policiais olham grafite do artista Banksy em Londres. 23/06/2008. REUTERS/Finbarr O'Reilly</p>