Roqueiro e eco-ativista defende pensamento local e ação global

sexta-feira, 19 de junho de 2009 14:03 BRT
 

Por Nick Olivari

NOVA YORK (Reuters Life!) - De roqueiro a ativista ecológico é um percurso longo, mas Chuck Leavell, que mais recentemente foi tecladista dos Rolling Stones, acha que as duas coisas podem ser tudo, menos mutuamente excludentes.

Leavell, que tem 57 anos, disse que, embora os anos 1960 sejam conhecidos sobretudo pelas revoluções musical e sexual, de maneira menor, mas igualmente importante, foram marcados também pelo reconhecimento de que as pessoas precisavam começar a cuidar do meio ambiente.

Sua atuação pública mais recente vem sendo como co-fundador da The Mother Nature Network, uma rede de notícias e informações ambientais lançada em janeiro deste ano.

Além de ser diretor de assuntos ambientais e membro do conselho de direção da entidade, Leavell apresenta dois seriados em vídeo na mnn.com: "Love of the Land", em que fala de sustentabilidade e conservação, e "The Green Room", em que entrevista outras celebridades para falar do trabalho delas com o meio ambiente e a filantropia.

"Durante muito tempo os norte-americanos foram apáticos em relação a essas questões, mas eles estão despertando para o problema, e existe uma disposição sincera em mudar", disse Leavell.

Ele próprio vive há muito tempo segundo o credo ambientalista. Boa parte de seu engajamento pessoal com a causa começou em 1981, quando sua mulher, Rose Lane, herdou terras da família em Twiggs County, na Geórgia.

"Percebi que eu tinha a responsabilidade de cuidar bem dessas terras", disse Leavell.

"As árvores são o recurso mais importante que temos", disse ele. "Aprendendo a cuidar delas, elas podem cuidar de nós."   Continuação...

 
<p>Chuck Leavell, que foi tecladista dos Rolling Stones, em Las Vegas. 09/02/2003. REUTERS/Ethan Miller</p>