Seguradoras de Londres sofrerão impacto de US$24 mi por Jackson

sexta-feira, 26 de junho de 2009 13:25 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A morte inesperada de Michael Jackson deve provocar um custo de até 24 milhões de dólares para seguradoras que operam no mercado de Londres, afirmou nesta sexta-feira a publicação Insurance Insider.

O Insider disse que a AEG Live, promotora dos 50 shows que Jackson faria em Londres a partir de 13 de julho, conseguiu fechar um seguro para apenas três apresentações, limitando os prejuízos que terá após a morte do "Rei do Pop".

A principal seguradora era a Talbot Underwriting, unidade da seguradora norte-americana Validus Holdings, de acordo com a Insurance Insider.

A Talbot e a Validus não responderam pedidos para comentar a informação.

Jackson, cujos hits incluem "Billie Jean" e "Thriller", morreu de forma surpreendente na terça-feira, de parada cardíacao, aos 50 anos.

(Reportagem de Myles Neligan)

 
<p>Cantor Michael Jackson, em foto de arquivo, morto em Los Angeles na quinta-feira aos 50 anos, havia programado s&eacute;rie de 50 shows em Londres. Seguradoras ter&atilde;o impacto milion&aacute;rio para ressarcir f&atilde;s. REUTERS/Michael Dalder/Files</p>