Familiares organizam funeral de Michael Jackson

sábado, 27 de junho de 2009 14:29 BRT
 

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - O corpo de Michael Jackson foi entregue à sua família para o sepultamento, disse o porta-voz dos médicos legistas do condado de Los Angeles neste sábado, após uma autópsia fracassar em identificar imediatamente a causa da morte do pop star.

Familiares de Jackson disseram estar junto com os pais do cantor no subúrbio de Los Angeles para organizar o funeral do "Rei do Pop", que faleceu na quinta-feira e dominou as manchetes dos principais jornais do mundo.

Nenhum plano de funeral foi revelado.

Os médicos legistas disseram que não havia sinais de trauma no corpo de Jackson ou indícios de crime, e que eles esperariam os resultados dos testes de toxicologia e outras avaliações para determinar a causa da morte.

Especulações têm tido como alvo o uso constante de medicação controlada pelo cantor e notícias de que Jackson teria recebido uma injeção do analgésico Demerol pouco antes do astro ter um mal súbito em sua mansão em Los Angeles.

O cantor de 50 anos havia acabado de sofrer uma parada cardíaca quando os paramédicos chegaram, enquanto seu médico pessoal, identificado como Dr. Conrad Murray, tentava reanimá-lo desesperadamente.

O jornal Los Angeles Times informou que Murray concordou em se reunir com investigadores, apesar de não ter sido acusado de nenhum procedimento negligente.

O corpo de Jackson foi mantido sob um forte esquema de segurança no Instituto Médico Legal de Los Angeles, disse um porta-voz, e transferido para um funerária pouco depois das 21h (horário local) na sexta-feira.

 
<p>Joe Jackson, pai de Michael Jackson, conversando com o Reverendo Jesse Jackson (esq) e seu filho Jesse Jackson Jr (c) fora da casa da fam&iacute;lia em Encino, Los Angeles. REUTERS/Mario Anzuoni</p>