Testamento de Jackson é registrado; planos do funeral são vagos

quarta-feira, 1 de julho de 2009 16:39 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Os detalhes sobre o testamento de Michael Jackson começaram a vir à tona na quarta-feira, com seu patrimônio multimilionário sendo depositado em um fundo familiar, enquanto os planos para seu funeral ansiosamente aguardado permanecem vagos.

Assinado em 2002, o testamento estima seu patrimônio naquela época em mais de 500 milhões de dólares e foi registrado numa corte de Los Angeles. Nele, Jackson deixa seu patrimônio inteiro para o Fundo Familiar Michael Jackson, que em última análise beneficia seus três filhos, sua mãe e organizações de caridade não identificadas.

A mãe de Jackson, Katherine Jackson, 79 anos, é indicada para ser a guardiã dos três filhos do cantor, Prince Michael I, 12 anos, Paris Michael Katherine, 11, e Prince Michael II, 7, e, no caso de Katherine ser incapaz ou não desejar a guarda das crianças, Jackson nomeou como guardiã delas sua amiga, a popstar Diana Ross.

O documento de cinco páginas diz: "deixei intencionalmente de legar bens a minha ex-esposa, Deborah Rowe Jackson".

O testamento nomeia como co-executores o advogado John Branca, de Los Angeles, que prestou assessoria jurídica a Jackson por muito tempo, e os executivos da indústria musical John McClain e Barry Siegel, este contador, mas Siegel renunciou a ser co-executor em 2003, deixando a administração do testamento a cargo de Branca e McClain.

O testamento de Jackson vem sendo alvo de muitas especulações desde que o popstar morreu, na quinta-feira passada, aos 50 anos, depois de sofrer uma parada cardíaca em sua casa alugada em Los Angeles.

JACKSON PODE SER SEPULTADO EM NEVERLAND?

O popstar cujo disco "Thriller", de 1982, é o álbum mais vendido de todos os tempos, deixou um patrimônio que inclui uma participação no catálogo musical dos Beatles e sua própria companhia musical, dona dos direitos sobre parte de sua música.   Continuação...

 
<p>F&atilde; exibe foto de Michael Jackson. Testamento do cantor foi registrado em Los Angeles. REUTERS/Lucas Jackson</p>