3 de Julho de 2009 / às 00:10 / 8 anos atrás

Memorial a Michael Jackson deve ocorrer na terça-feira

<p>Flores e objetos na estrela de Michael Jackson na cal&ccedil;ada da fama em Hollywood. 01/07/2009. REUTERS/Joshua Lott</p>

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Um memorial público em homenagem a Michael Jackson pode ocorrer na terça-feira em Los Angeles, afirmou um produtor, ao mesmo tempo que o advogado da ex-mulher do popstar disse que ela não decidiu ainda se vai disputar a custódia dos filhos.

Randy Phillips, chefe-executivo da produtora AEG Live, disse na quinta-feira que a homenagem a Jackson será realizada em uma arena de shows de rock e esportes, a Staples Center, no centro de Los Angeles. Jackson, de 50 anos, morreu há uma semana vítima de um ataque cardíaco.

Phillips afirmou a repórteres que o memorial provavelmente ocorrerá na terça-feira, embora a data não tenha sido confirmada oficialmente pela família de Jackson.

“Eles (a família) querem fazer no Staples Center. A pergunta é quando”, disse Phillips.

Ele acrescentou que detalhes sobre o memorial na arena, com capacidade para 20.000 pessoas, ainda estão sendo discutidos.

A morte de Michael Jackson em 25 de junho na sua casa em Los Angeles tem motivado tributos de fãs e músicos de todo o mundo. As gravações de Michael também voltaram aos primeiros lugares das paradas de sucesso.

Enquanto isso, Debbie Rowe, mãe de dois filhos do popstar, Prince Michael Jackson Jr., 12, e Paris Michael Katherine Jackson, 11, parece preparar-se para uma disputa judicial com os pais do cantor sobre o futuro das crianças.

“Eu quero minhas crianças”, teria dito Rowe à NBC4, canal de TV, em Los Angeles.

No entanto, Eric George, advogado dela, afirmou a jornalistas nesta quinta-feira que Rowe ainda avalia o que vai fazer.

“Debbie ainda não chegou a uma decisão final em relação aos procedimentos de custódia”, disse ele.

A guarda temporária das crianças foi dada no início desta semana à mãe de Jackson, Katherine, de 79 anos. Um testamento assinado por Jackson em 2002 exclui Rowe e determina que as crianças fossem cuidadas pela mãe do cantor.

Reportagem adicional de Jill Serjeant e Bob Tourtellotte

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below