Los Angeles busca ajuda para cobrir custos do funeral de Jackson

sexta-feira, 3 de julho de 2009 17:52 BRT
 

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - Os organizadores da cerimônia em memória de Michael Jackson disseram nesta sexta-feira que vão dar gratuitamente 17.500 ingressos para o funeral de terça-feira que servirá de despedida ao "Rei do Pop", mas ainda não anunciaram a programação do evento.

Também não está claro como os organizadores e a cidade vão pagar pelo funeral, previsto para atrair multidões de fãs de Jackson e que pode custar milhões de dólares.

A polícia pediu aos fãs que, se não tiverem ingressos, fiquem em casa e assistam à cerimônia pela televisão.

O memorial será realizado na arena esportiva Staples Center, com capacidade para 20 mil pessoas -- o mesmo lugar em que Jackson ensaiou duas noites antes de morrer. Ele se preparava para uma série de 50 concertos em Londres que começaria em 13 de julho, e um vídeo do ensaio o mostra cantando e dançando como em seus velhos tempos de superastro.

A empresa de entretenimento AEG, proprietária do Staples Center, disse que elevou o número de ingressos públicos dos 11 mil anteriormente anunciados para 17.500, mas muitos deles serão para um segundo local, o vizinho teatro Nokia Live, previsto para receber as pessoas que não couberem no Staples Center.

A morte de Jackson em 25 de junho, depois de sofrer uma parada cardíaca em sua mansão alugada em Los Angeles, motivou homenagens de fãs de todo o mundo, que permaneceram a seu lado durante seu julgamento por abuso sexual infantil, em 2005, e as histórias sobre seus comportamentos bizarros.

O executivo-chefe da AEG, Tim Leiweke, e um representante da família Jackson disseram que ainda está sendo decidido o que vai acontecer no funeral.

Leiweke disse que a partir da manhã de sexta-feira os fãs podiam acessar o site do Staples Center (www.staplescenter.com) e cadastrar-se para receber ingressos. Os nomes das pessoas a receberem ingressos serão sorteados.   Continuação...

 
<p>A fan holds a tattered photo Michael Jackson outside a public memorial at the Apollo Theater in New York REUTERS/Lucas Jackson</p>