Fidel Castro ganha homenagem em reggaeton

sexta-feira, 3 de julho de 2009 22:37 BRT
 

HAVANA (Reuters) - Desde que chegou ao poder há 50 anos, Fidel Castro tem sido homenageado em poemas, filmes, quadros e agora em reggaeton, estilo musical que mistura reggae, rap e salsa, bastante popular entre a juventude cubana, mas não entre os líderes políticos da ilha.

O músico cubano Yoandys "Baby" Lores apresentou nesta sexta-feira em Havana a sua música "Creo" (Acredito), considerada o primeiro reggaeton dedicado a Fidel, de 82 anos.

"Você não trai a terra em que você nasceu por dinheiro, mulheres ou fama", canta Lores, 25 anos. "Eu sigo em frente com o meu comandante-em-chefe."

Fidel Castro não é visto em público desde que sofreu uma cirurgia no intestino há quase três anos. Ele foi substituído no comando de Cuba pelo irmão Raúl Castro.

No clip da música, Lores elogia Fidel, enquanto é tatuado com a figura do líder revolucionário no ombro.

O músico afirmou que escreveu a música por ter ficado irritado com os rumores que de que havia desertado durante viagem recente à Europa.

"Esta é a terra em que nasci. Isso é o que eu sei, então, para as pessoas não comentarem mais, eu pus aqui", afirmou ele, mostrando a tatuagem.

"É um tributo, porque Fidel é um homem que tem dado muitas coisas", disse o músico à Reuters.

Autoridades comunistas têm criticado o reggaeton por conta das letras vulgares e de uma suposta influência neoliberal.

(Reportagem de Rosa Tania Valdes)