Comédia "Bruno" lidera bilheterias nos EUA

segunda-feira, 13 de julho de 2009 11:35 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - "Bruno", a mais recente investida de humor subversivo do satirista britânico Sacha Baron Cohen, conseguiu por margem estreita ocupar o primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas no fim de semana.

O "mockumentary", ou falso documentário satírico, em que Baron Cohen faz um modelo austríaco gay que busca a fama nos Estados Unidos, vendeu 30,4 milhões em ingressos entre 10 e 12 de julho.

Mas o filme perdeu 39 por cento de seu público entre sexta e sábado, uma queda grande quando se considera que a maioria dos filmes apresenta crescimento nesse período.

"A Era do Gelo 3" se manteve na segunda posição com vendas de 28,5 milhões de dólares. Depois de 12 dias em cartaz, a animação pré-histórica da 20th Century Fox já acumula 120,6 milhões de dólares nas bilheterias.

O filme foi o mais visto no mercado internacional no fim de semana, arrecadando 98 milhões de dólares em 102 países. Seu total internacional, fora da América do Norte, já chega a 327 milhões de dólares.

O campeão norte-americano no fim de semana passada, "Transformers: A Vingança dos Derrotados", foi o terceiro colocado, com 24,2 milhões de dólares. Depois de 19 dias o filme já ganhou 339,2 milhões de dólares na América do Norte e 364,5 milhões no resto do mundo, sendo facilmente o maior sucesso comercial do ano, até agora.

O único outro lançamento nos cinemas foi a comédia romântica "I Love You, Beth Cooper", com Hayden Panettiere no papel-título. Ficou no sétimo lugar nas bilheterias, com vendas modestas de 5 milhões de dólares.

O filme anterior de Sacha Baron Cohen, o igualmente bombástico "Borat", estreou com 26,5 milhões de dólares em novembro de 2006. Acabou vendendo ao todo 128,5 milhões na América do Norte e outros 133 milhões no resto do mundo.

Como "Borat", "Bruno" suscita polêmica.   Continuação...

 
<p>Ator Sacha Baron Cohen na estreia de seu novo filme "Bruno" em Sydney. 29/06/2009. REUTERS/Daniel Munoz</p>