Gripe H1N1 afeta Royal Ballet britânico em visita a Cuba

terça-feira, 21 de julho de 2009 10:32 BRT
 

HAVANA (Reuters) - Cinco integrantes do Royal Ballet britânico tiveram o vírus da gripe H1N1 diagnosticado durante recente visita a Cuba, mas todos estão se recuperando, informou na segunda-feira uma porta-voz da companhia de dança.

Os exames confirmaram que os bailarinos contraíram o vírus, por isso foram isolados e receberam medicamentos para a gripe na primeira viagem da grupo a Havana, disse a porta-voz Elizabeth Bell.

"Foi contida e o espetáculo continuou", disse a porta-voz. "Agora todos estão bem", acrescentou.

Um sexto bailarino teve sintomas similares aos da gripe e foi isolado, mas a presença do vírus, que já se converteu em uma pandemia, não foi confirmada, indicou Bell.

O Royal Ballet, de Londres, finalizou no sábado as cinco noites de apresentação na capital cubana.

(Reportagem de Jeff Franks)