Ator de "Harry Potter" é condenado a prestar serviço comunitário

terça-feira, 21 de julho de 2009 12:00 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Um juiz ordenou na terça-feira que o ator Jamie Waylett, que representa o aluno agressivo Vincent Crabbe nos filmes da série "Harry Potter", cumpra 120 horas de serviço comunitário, depois de ele ter admitido que plantou maconha na casa de sua mãe.

O juiz distrital Timothy Workman disse a Waylett que completou 20 anos na terça-feira, que seu cultivo de cânabis era feito em escala pequena, mas sofisticada.

"Sr. Waylett, reconheço que sua plantação de maconha era em pequena escala e que não foi de maneira alguma um empreendimento comercial de sua parte", disse Workman diante da Corte de Magistrados de Westminster.

"Apesar disso, o senhor usou um sistema sofisticado de plantio", teria dito ele, segundo a agência Press Association.

"Eu lhe dou crédito pelo fato de ter reconhecido sua culpa na primeira oportunidade, por ter cooperado com a polícia e pelo fato de que, até hoje, se mostrou um homem de bom caráter. Pretendo resolver esta questão lhe impondo uma sentença de 120 horas de trabalho não remunerado."

Waylett foi preso com um amigo depois de fazer uma foto de policiais quando os dois passaram de carro ao lado deles. Quando estes revistaram o carro do amigo, encontraram vários sacos de maconha.

Mais tarde, dez plantas de cânabis foram encontradas na casa da mãe de Jamie Waylett em Kilburn, na zona noroeste de Londres.

O amigo de Waylett, John Innis, que admitiu a posse ilegal de 11 sacos de cânabis e uma faca, foi sentenciado a seis semanas de detenção numa instituição para infratores menores de idade e teve que pagar multa de 500 libras.

(Texto de Mike Collett-White)

 
<p>Ator Jamie Waylett de "Harry Potter" em Londres. 21/07/2009. REUTERS/Stefan Wermuth</p>