Novo "Batman" em 2011? Mistério sob medida para Sherlock Holmes

segunda-feira, 27 de julho de 2009 12:24 BRT
 

Por John Gaudiosi

SAN DIEGO (Reuters) - Gary Oldman, que atuou nos filmes "Batman" recentes, deixou escapar na sexta-feira que um novo filme sobre o super-herói deve começar a ser rodado em 2010 - mas que os fãs não ouviram a notícia da boca dele.

Oldman, que fez o comissário Gordon em "Batman Begins" e "Batman - O Cavaleiro das Trevas", do diretor Christopher Nolan, estava na convenção gigante Comic-Con, em San Diego, divulgando outro filme - o thriller "The Book of Eli" - quando a pergunta sobre o terceiro filme da série de sucesso de Nolan lhe foi feita.

"Vamos começar a rodar 'Batman' no próximo ano, o que quer dizer que vai levar dois anos para ser lançado", disse ele, acrescentando em tom de malícia "mas vocês não ouviram essa notícia de minha boca".

Nenhum detalhe sobre um terceiro "Batman" de Christopher Nolan já foi anunciado, e uma representante da Warner Bros. se negou a comentar o assunto, intensificando o mistério.

Mas não é preciso um Coringa para calcular que a Warner, que produz e distribui os filmes "Batman", deve estar pensando em fazer mais um. Afinal, os dois primeiros filmes, juntos, renderam quase 1,4 bilhão de dólares de bilheteria mundial.

Enquanto isso, o público do Comic-Con pôde assistir a trechos de "The Book of Eli", que chegará aos cinemas em 2010 e no qual Denzel Washington é um viajante solitário numa América devastada por uma guerra nuclear.

Os fãs também assistiram a imagens de um novo filme "Sherlock Holmes", com Robert Downey Jr. no papel do detetive britânico criado há mais de um século por sir Arthur Conan Doyle.

Downey disse ao público na convenção de fãs de HQs e do cinema que Holmes "foi provavelmente o primeiro super-herói. Ele foi um super-herói intelectual".   Continuação...

 
<p>Gary Oldman, que atuou nos filmes "Batman" recentes, deixou escapar na sexta-feira que um novo filme sobre o super-her&oacute;i deve come&ccedil;ar a ser rodado em 2010 - mas que os f&atilde;s n&atilde;o ouviram a not&iacute;cia da boca dele. REUTERS/Mario Anzuoni (UNITED STATES ENTERTAINMENT)</p>