Filme de Michael Moore sobre crise vai concorrer em Veneza

quinta-feira, 30 de julho de 2009 12:38 BRT
 

Por Silvia Aloisi

ROMA (Reuters) - O documentário de Michael Moore sobre a crise financeira global, "Capitalism: A Love Story", vai competir pelo prêmio máximo no festival de cinema de Veneza deste ano.

O filme do diretor premiado com o Oscar é um dos seis norte-americanos que estarão na competição principal do mais antigo festival de cinema do mundo - sinal de que o cinema dos EUA está em ação outra vez, depois dos problemas do ano passado, disseram os organizadores do festival.

"Parecia que a greve dos roteiristas e as dificuldades financeiras tinham freado a parte mais criativa do cinema americano, mas a seleção nunca foi tão boa quanto este ano", disse o diretor do festival, Marco Mueller, ao anunciar a programação do evento, que terá lugar entre 2 e 12 de setembro.

Também vão concorrer ao Leão de Ouro o remake assinado por Werner Herzog de "Vício Frenético", "A Single Man", estreia na direção de Tom Ford, ex-estilista da Gucci, e "The Road", de John Hillcoat, adaptação do best-seller de Cormac McCarthy, com Viggo Mortensen e Charlize Theron no elenco.

Um título entre os 24 da competição oficial ainda não foi anunciado.

Entre os filmes que serão vistos fora da competição estão "O Informante", de Steven Soderbergh, com Matt Damon no papel de delator das falcatruas de uma grande empresa de agronegócios, e o horror em 3D "The Hole", de Joe Dante.

George Clooney, astro do filme dos irmãos Coen que abriu Veneza no ano passado, estará de volta ao Lido no drama satírico "The Men Who Stare at Goats", de Grant Heslov.

Itália e França também terão presença forte em Veneza, com quatro filmes cada na competição principal, incluindo "Mr. Nobody", de Jaco van Dormael, e o épico drama "Baaria", de Giuseppe Tornatore, o primeiro filme italiano a abrir o festival em duas décadas.

A forte presença norte-americana garante um fluxo constante de astros de Hollywood no tapete vermelho do Lido, diferentemente do ano passado, e um prêmio será entregue a John Lasseter e os outros diretores da Pixar por seus blockbusters de animação.

Para celebrar o prêmio, serão exibidas no festival novas versões em 3D de "Toy Story" e "Toy Story 2".

 
<p>Diretor norte-americano Michael Moore em Cannes. 18/05/2008. REUTERS/Vincent Kessler</p>