Steven Spielberg receberá Medalha da Liberdade

quarta-feira, 5 de agosto de 2009 12:39 BRT
 

LOS ANGELES, 4 de agosto (Reuters Life!) - O cineasta Steven Spielberg vai receber a Medalha da Liberdade em 2009 por ser um campeão da liberdade com "seu comprometimento artístico e pessoal com a preservação dos direitos humanos."

O National Constitution Center, que concede anualmente a Medalha da Liberdade, assinalou que Spielberg informou e inspirou milhões de pessoas para que compreendam melhor o direito à liberdade, por meio de filmes em que a humanidade triunfa sobre a tirania.

Os filmes de Spielberg com temas como Holocausto, escravidão e guerra incluem "A Cor Púrpura," "A Lista de Schindler," "Amistad" e "O Resgate do Soldado Ryan."

"Spielberg também se dedicou a reunir e arquivar depoimentos de sobreviventes e outras testemunhas do Holocausto, garantindo que as futuras gerações nunca se esquecerão da tragédia da perda da liberdade," afirmou o centro em um comunicado divulgado na terça-feira.

A presidente do centro, Linda Johnson, declarou que Spielberg mostrou em seu trabalho no cinema e na filantropia que todo mundo tem o poder de fazer diferença.

"É verdadeiramente uma honra ser incluído na distinta lista de recebedores, um grupo de homens e mulheres que eu admiro profundamente por seu compromisso de educar o mundo para a importância de ser livre e as bênçãos da liberdade," disse Spielberg em um comunicado.

Depois de rodar "A Lista de Schindler," em 1993, filme baseado na história verdadeira de um homem que arriscou a vida para salvar 1.100 pessoas do Holocausto, Spielberg criou a Fundação Shoah para registrar e preservar a história oral e vídeos de sobreviventes e testemunhas do Holocausto.

A coleção hoje é o maior arquivo desse conteúdo no mundo, tendo 52.000 vídeos e 105.000 horas de depoimentos em 32 línguas, representando 56 países.

A fundação agora pretende coletar depoimentos de sobreviventes e testemunhas de outros genocídios e atualmente está na fase de registro de histórias pessoais de sobreviventes do genocídio de Ruanda, de 1994.   Continuação...

 
<p>Diretor Steven Spielberg na Saks Fifth Avenue's em Beverly Hills. 10/02/2009. REUTERS/Danny Moloshok</p>