Cabeleireiro chinês cria esculturas com cabelo

quinta-feira, 6 de agosto de 2009 09:14 BRT
 

Por K.J. Kwon

PEQUIM (Reuters) - Já existem esculturas feitas de pedra e madeira. Agora há também feitas com cabelo humano.

Um cabeleireiro de Pequim está preparando uma réplica de prédios e monumentos -- todos feitos inteiramente de cabelo humano -- em volta da praça da Paz Celestial para comemorar os 60 anos de aniversário do comunismo na China.

Até agora, Huang Xin completou o Monumento aos Heróis, e está acertando os detalhes finais do Portão da Paz Celestial, ou Tiananmen, finalizado com um retrato em miniatura do ex-governante Mao -- a única parte que não foi feita de cabelo.

Isso deixa-o ao lado de outras duas enormes construções comunistas -- o Parlamento e o Museu Nacional da História Chinesa -- que serão concluídos antes do aniversário da revolução em 1o de outubro.

Cerca de 11 quilos de cabelo e 500 yuan (71 dólares) de tinta de cabelo e outros produtos foram usados para construir a réplica do Portão da Paz Celestial, que tem aproximadamente um metro de comprimento.

Levou dias para Huang simplesmente desenhar e projetar, mas cinco meses para reunir cabelo suficiente para criar o projeto.

Em vez de jogar fora os cabelos dos clientes após cortar, Hunag Xin varria, lavava e pintava os tufos de cabelo e transformava-os em substitutos para tijolos, madeira ou qualquer outro material necessário para seu trabalho de arte.

"Alguns clientes me apoiam, outros não. Alguns apenas não acreditam que seja possível fazer modelos de tamanha arquitetura usando um material tão delicado como o cabelo humano", disse Huang à Reuters.   Continuação...

 
<p>Cabeleireiro chin&ecirc;s Huang Xin com a r&eacute;plica do Port&atilde;o da Paz Celestial em Pequim. 03/08/2009. REUTERS/David Gray</p>