Polícia antidroga faz nova busca sobre morte de Michael Jackson

terça-feira, 11 de agosto de 2009 16:22 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A polícia realizou nesta terça-feira mais uma operação em um consultório médico de Las Vegas em busca de arquivos digitais e documentos para a investigação sobre a morte de Michael Jackson.

Membros da DEA, agência antidrogas dos Estados Unidos que está ajudando a polícia de Los Angeles na apuração da morte repentina do astro pop, disseram que os agentes conduziram a operação em um consultório chamado Apllied Pharmacy Services.

O porta-voz da DEA José Martinez não quis falar se a busca estava ligada ao médico pessoal de Jackson, Conrad Murray, cujas casa e consultórios foram vasculhados no mês passado em Houston e Las Vegas. Mas ele confirmou que a operação desta terça estava relacionada à morte de Jackson.

O cantor sofreu uma parada cardíaca e morreu aos 50 anos, em 25 de junho. Desde então, várias reportagens têm afirmado que os investigadores mantêm o foco sobre o uso de remédios, em particular o poderoso anestésico propofol, e o possível envolvimento de Murray no fornecimento dos medicamentos.

Na segunda-feira, o instituto médico legal de Los Angeles informou ter encerrado a necropsia no corpo de Jackson, mas disse que os resultados continuam sob sigilo por causa da investigação policial.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)