August 17, 2009 / 3:30 PM / in 8 years

Reader's Digest deve entrar com pedido de concordata nos EUA

2 Min, DE LEITURA

<p>C&oacute;pias de revistas Reader's Digest. 18/08/2009.Shannon Stapleton</p>

NOVA YORK (Reuters) - A empresa de mídia Reader's Digest Association, editora da revista publicada em vários países Seleções Reader's Digest, informou nesta segunda-feira que provavelmente entrará com um pedido de proteção contra falência para suas operações nos Estados Unidos com o objetivo de reduzir suas dívidas.

A empresa disse que um pedido de concordata facilitaria um acordo com os credores para trocar uma parcela de 1,6 bilhão de dólares da dívida por ações e transferir a posse da empresa a um grupo de credores.

"Reestruturar nosso débito nos capacitará a ter flexibilidade financeira para avançar com nossas iniciativas de crescimento e mudanças", disse a presidente e chefe-executiva da empresa, Mary Berner, em um comunicado.

O acordo também inclui um comprometimento de alguns dos membros do grupo credor de providenciar 150 milhões de dólares em financiamento, o que ajudaria as operações durante a reorganização.

Reportagem de Chelsea Emery

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below