Gravadora caça hackers que roubaram música de Lewis/Timberlake

quarta-feira, 19 de agosto de 2009 12:12 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A gravadora SyCo e a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), entidade que representa o setor mundialmente, pediram ajuda à polícia para localizar hackers que vazaram na Internet uma canção de Leona Lewis e Justin Timberlake.

A música "Don't Let Me Down" está sendo considerada o primeiro solo divulgado do próximo álbum da cantora, que venceu o X Factor, segundo o tablóide britânico The Sun.

"A IFPI está trabalhando com a SyCo e a polícia dos Estados Unidos e Europa para localizar as pessoas que roubaram música de Leona Lewis/Justin Timberlake", disse Jeremy Banks, diretor da Unidade Antipirataria na Internet da IFPI.

"A investigação da polícia prossegue", acrescentou em comunicado. "Esses vazamentos antes do lançamento, de qualquer modo que tenham sido feitos, são altamente prejudiciais a nossos membros que investiram um orçamento considerável em marketing e promoção da música antes de sua divulgação."

Os rendimentos da indústria da música desabaram nos últimos anos em meio à pirataria desenfreada na Internet em algumas regiões. A expansão dos downloads digitais legais não conseguiu compensar as perdas nas vendas físicas de música.

A SyCo é a gravadora do promotor de músicas e jurado de programas de TV de descoberta de talentos Simon Cowell. A empresa é uma divisão da Sony Music Entertainment e tem contratos na televisão britânica.

Lewis venceu o programa The X Factor in 2006 e seu álbum de estréia, "Spirit", ficou no topo das paradas em vários países. Seu segundo álbum está previsto para novembro.

(Reportagem de Mike Collett-White)

 
<p>Foto de arquivo do cantor Justin Timberlake em Los Angeles. 19/05/2009. REUTERS/Danny Moloshok</p>