Robin Williams diz que está longe de ser "o melhor pai do mundo"

sexta-feira, 21 de agosto de 2009 16:19 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Robin Williams atua em um filme chamado "World's Greatest Dad" (o melhor pai do mundo), mas, como pai na vida real de três filhos crescidos, o laureado pelo Oscar disse que teve de superar tempos sombrios e que ainda era uma "obra em progresso".

"Tenho muito orgulho deles de formas diferentes, mas eles sempre foram querubins? Não, porém isso é parte do processo", disse Williams em uma entrevista.

"E eu sou o 'melhor pai do mundo'? De jeito nenhum, sou uma obra em progresso, mas eu os amo", disse Williams. O mais recente de seus 51 filmes estreia sexta-feira nos Estados Unidos.

Do primeiro casamento, ele tem Zachary, de 26 anos, formado pela New York University. Do segundo casamento, vieram Zelda, de 20 anos, que é atriz, e Cody, que completa 18 anos neste ano.

O ator, que já teve de passar por reabilitação para tratar da toxicomania, disse que suas dificuldades deram aos seus filhos uma resposta pronta sempre que os questionava a respeito do comportamento deles.

"Eles diziam 'e você teve uma recaída no álcool por três anos'. Ah, obrigada por trazer isso de volta, minhas criaturinhas felizes", ironizou Williams.

Depois que Zachary se formou em retórica pela New York University, Williams brincou que o filho estava qualificado para "abrir uma loja de correção de sintaxe".

Mas Williams afirmou que percebe como Zachary foi atrás de seus próprios interesses, assim como Zelda deixou sua marca nos filmes de terror e Cody é "gentil, mas brilhante".

Em "Worlds Greatest Dad", dirigido pelo comediante Bob Goldthwait, Williams interpreta o papel de Lance, um professor de poesia cujo filho adolescente frequenta a escola onde ele trabalha.

O filho Kyle (Daryl Sabara) tem um gênio ruim, mas quando morre subitamente, Lance se lança para reabilitar a imagem póstuma de Kyle, sendo o "ghostwriter" do filho no jornalzinho da escola.

 
<p>O ator Robin Williams posa durante o lan&ccedil;amento de seu novo filme "World's Greatest Dad" em Los Angeles. REUTERS/Fred Prouser</p>