8 de Setembro de 2009 / às 22:32 / 8 anos atrás

Setor de games aposta nos Beatles para ganhar novo impulso

Por Franklin Paul e Paul Thomasch

NOVA YORK (Reuters) - Os Beatles voltaram - mas desta vez a banda de rock mais famosa da história provoca mais histeria nas salas de executivos do que em colégios e faculdades.

Com a chegada do videogame "The Beatles: Rock Band" às lojas na quarta-feira, contendo 45 canções para serem acompanhadas nos vocais, bateria e baixo, o setor dos videogames espera receber um impulso do qual varejistas e fabricantes, tanto dos jogos quanto dos consoles, precisam desesperadamente nesta próxima temporada de fim de ano.

Desenvolvido pela Harmonix Music Systems, lançado pela MTV Games, que pertence à Viacom, e distribuído pela Electronic Arts, o game pode vender 2 milhões de unidades só no seu primeiro mês, segundo estimativas de analistas.

"Acho que 'The Beatles: Rock Band' será enorme", disse o analista Michael Pachter, da Wedbush Morgan Securities, para quem o jogo irá atrair famílias inteiras - um grupo inicialmente atendido pela Nintendo com jogos de festas e exercícios para o seu console Wii.

O novo game foi elogiadíssimo pela crítica. "Com todo respeito ao Wii Sports, nenhum videogame jamais reuniu mais pais com os seus filhos adolescentes e adultos do que 'The Beatles: Rock Band' provavelmente reunirá nos próximos meses e anos", disse o jornal The New York Times.

Mas nem todos os analistas estão convencidos de que será um sucesso, por causa do custo dos acessórios e da mudança nos gostos musicais dos clientes.

Além disso, o jogo estreia dias depois da nova versão de "Guitar Hero", da Activision Blizzard, que inclui canções dos Rolling Stones e do Nirvana.

"Terá um ótimo primeiro mês, devido ao monte de ótimo markting e publicidade em cima dele, o que significa que os fãs vão pegá-lo logo", disse o analista Daniel Ernst, da Hudson Square Research. "Mas não vejo uma mudança na participação de mercado para 'Rock Band' contra 'Guitar Hero', e não acho que vá levar todos os tipos de novas pessoas para os games".

Ernst estima que, depois de vender 2 milhões de exemplares no primeiro mês, o jogo só fará mais 500 mil vendas no resto de 2009. "Minha opinião é de que a cifra final para 'The Beatles' acabará sendo uma certa frustração para os games."

Por causa da recessão, a venda de videogames já caiu cerca de 46 por cento neste ano, segundo o NPD Group. As vendas de consoles também caíram, levando a Microsoft e a Sony a reduzirem seus preços nas últimas semanas.

A demanda pelos Beatles pode ajudar a reverter esse quadro, levando os consumidores a lojas onde ficariam tentados a comprar outros títulos ou a modernizar seus consoles. O jogo poderá ser usado nas plataformas Wii, Playstation 3 (da Sony) e Xbox 360 (da Microsoft).

Analistas dizem ainda que ele poderá abrir um novo mercado para os usuários de videogames: a geração do "baby boom", hoje com mais de 60 anos, que participou da histeria em torno dos Beatles na década de 1960.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below