Vinho raro australiano é vendo a preço recorde

quarta-feira, 9 de setembro de 2009 12:26 BRT
 

Por Pauline Askin

SYDNEY (Reuters) - Um vinho australiano que já foi considerado item não colecionável foi vendido a preço recorde, superando o mais aclamado vintage do país, com os amantes do vinho procurando cada vez mais as garrafas mais raras do último século.

No anual Leilão de Vinhos Penfolds esta semana, o Penfolds 1957 Shiraz St. Henri foi vendido por 6.991 dólares (8.110 dólares australianos) a garrafa, preço mais alto pago por um St. Henri.

Garrafas St. Henri de 1955, 1959 e 1971 também tiveram novos recordes para os mesmos vintages do famoso Penfolds Grange, conhecido como o vinho mais caro e desejado da Austrália.

"O resultado é extraordinário, provavelmente dez vezes o que eles esperavam obter, não vemos algo assim com muita frequencia", afirmou Stewart Langton, da casa de leilões de vinho Langton, à Reuters.

"Eu não acredito que qualquer vinho valha mais de 8.000 dólares australianos e basicamente as pessoas que gastam isso numa garrafa não vão beber o vinho, elas o guardam como um troféu", afirmou Winsor Dobbin, da revista "Food and Wine".

Enquanto o Penfolds Grange era visto como um vinho colecionável, o St. Henri era bebido, fazendo com que velhas garrafas se tornassem raras.

O primeiro vintage comercial St. Henri foi em 1957 e ganhou nova notoriedade na década de 1990 à medida em que especialistas começaram a apreciar seu estilo distinto.

"As pessoas estão procurando as garrafas raras e difíceis de encontrar que ocasionalmente aparecem, por isso estamos vendo os preços maiores para os vinhos das décadas de 50 e início dos 60", afirmou Langton.