Artistas negam presença em tributo a Michael Jackson em Viena

quinta-feira, 10 de setembro de 2009 19:38 BRT
 

Por Caroline Copley e Alex Dobuzinskis

BERLIM/LOS ANGELES (Reuters) - Os planos para um show em homenagem a Michael Jackson em Viena, na Áustria, sofreram um abalo nesta quinta-feira. Os cantores Mary J. Blige, Chris Brown e Natalie Cole não devem se apresentar, apesar dos esforços do irmão do astro pop, Jermaine Jackson, para organizar o evento.

Em Berlim, Jermaine e os organizadores atenuaram a falta de grandes nomes confirmados para o concerto de 26 de setembro no castelo de Schoenbrunn diante de um público estimado de 65 mil pessoas.

"A estrela é Michael Jackson, não se trata de exibir grandes nomes, de quem mais estará lá", disse o produtor do show, Georg Kindel, em uma entrevista coletiva.

Os ingressos para o show chamado de "O Tributo", no qual Jermaine planeja executar um medley de sucessos do grupo Jackson Five, estão sendo vendidos por preços entre 92 e 755 dólares.

Karynne Tencer, uma porta-voz de Mary J. Blige, informou a Reuters por e-mail que a cantora "queria participar, mas tem um compromisso prévio em Milão" no dia do evento para a grife Gucci.

Uma pessoa próxima a Chris Brown disse sob condição de anonimato que o cantor, recentemente julgado por bater em sua ex-namorada e também cantora Rihanna, precisaria da permissão de um juiz para deixar os Estados Unidos.

Maureen O'Connor, uma porta-voz de Natalie Cole, disse que ela não comparecerá por ter um compromisso dias antes com o líder espiritual tibetano Dalai Lama nos EUA e não chegará em Viena a tempo.

 
<p>Jermaine Jackson dissipa preocupa&ccedil;&otilde;es sobre aus&ecirc;ncia de celebridades em tributo ao irm&atilde;o Michael REUTERS/Herwig Prammer</p>