Casal Seinfeld vence processo de difamação e acusação de plágio

quinta-feira, 10 de setembro de 2009 21:32 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Uma ação que acusava Jerry Seinfeld de difamação e sua esposa Jessica Seinfeld de plágio em seu livro de receitas foi descartada por uma juíza federal nesta quinta-feira.

O processo, encaminhado no ano passado pela autora de livros de receita Missy Chase Lapine, afirmava que Jessica Seinfeld copiou seu livro, que mostra como introduzir alimentos saudáveis na dieta das crianças. Também acusava o comediante de embarcar em um "ataque difamatório" contra Lapine em programas da tevê norte-americana.

O livro de Jessica Seinfeld, "Deceptively Delicious: Simple Secrets to Getting Your Kids Eating Good Food" (Enganadoramente delicioso: segredos simples para fazer seus filhos comerem alimentos saudáveis, em tradução livre), foi publicado em 2007, seis meses antes do livro de Lapine "The Sneaky Chef: Simple Strategies for Hiding Healthy Foods in Kids' Favorite Meals"(O Chefe furtivo: estratégias simples para disfarçar alimentos saudáveis, em tradução livre), afirma a ação.

Jerry Seinfeld negou as acusações no "Late Show with David Letterman" e disse que foram publicados ao mesmo tempo.

Em veredicto divulgado nesta quinta-feira, a juíza federal Laura Swain discordou das alegações de Lapine de que o livro de Jessica Seinfeld plagiou o seu no conceito, na arte de capa, no estilo e na estrutura.

"Muitas das ditas semelhanças se encontram em livros de receita em geral e livros que encorajam alimentação saudável para crianças", disse ela, ressaltando que o livro de Lapine é "seco, bastante didático", enquanto o de Jessica Seinfeld é "brilhante, alegre, colorido".

Como as alegações de direitos autorais foram descartadas, a juíza declinou em analisar a alegação de que Jerry Seinfeld difamou Lapine quando a chamou de "doida" e brincou que sua mulher foi acusada de "plágio vegetariano" no talk-show de Letterman.

(Reportagem de Christine Kearney)