"Creation", com Paul Bettany, abre Festival de Toronto

sexta-feira, 11 de setembro de 2009 09:50 BRT
 

Por Bob Tourtellotte

TORONTO (Reuters) - O Festival Internacional de Cinema de Toronto rompeu uma tradição de mais de três décadas ao apresentar, na noite de quinta-feira, um filme não-canadense na sua sessão de abertura, o drama britânico "Creation."

A escolha foi criticada por realizadores locais, somando-se à polêmica gerada pelo próprio filme, que mostra a luta de Charles Darwin para escrever o seu importante livro "A Origem das Espécies," que gera debates até hoje.

"Dissemos que queríamos despertar discussões e conseguimos," disse à plateia Cameron Bailey, co-diretor do festival, visto como ponto de partida para a disputa pelo Oscar. "A história tem 150 anos, mas não poderia ser mais atual.

No filme, Darwin (Paul Bettany) já realizou suas viagens pelo mundo recolhendo amostras da vida animal, e sofre pressão de seus colegas para escrever um livro que desafiaria a crença na criação divina do homem. Mas sua esposa (vivida por Jennifer Connelly, mulher de Bettany na vida real) é uma cristã fervorosa, que discorda das ideias do marido.

Trata-se de uma visão humanista sobre Darwin, dividido entre sua crença em Deus e sua devoção pela ciência, e também sofrendo a dor da perda de um familiar que não pode ser explicada por suas teorias da natureza.

"Não estávamos tentando endossar uma visão única do mundo. Queríamos fazer o homem (...) acessível e compreensível a todos ", disse o diretor Jon Amiel, que no entanto se disse ciente de que o filme poderá atrair a ira de grupos religiosos.

"Grupos conservadores religiosos e criacionistas têm sido tão enfáticos na demonização de Darwin que qualquer filme que o mostrar como um ser humano deve ser visto como polêmico," afirmou.

Mas cineastas experientes sabem que não há nada como uma boa polêmica para atrair plateias aos cinemas. Diretores do mundo todo vão a Toronto para obter atenção da mídia e gerar um burburinho que aumente suas chances no Oscar.   Continuação...