Festival de Toronto frustra mercado, mas revela apostas ao Oscar

sexta-feira, 18 de setembro de 2009 17:21 BRT
 

Por Cameron French

TORONTO (Reuters) - O festival de Toronto deste ano fecha as cortinas neste fim de semana após 10 dias de tapete vermelho e estreias, com poucos acordos de distribuição de filmes, mas algumas boas apostas para o Oscar.

Executivos, esperando sinais de que o cinema independente esteja pronto para emergir de quase dois anos de crise, tiveram pouco para comemorar. Eles mal conseguiram um punhado de acordos de distribuição em um festival que começou com mais de 100 títulos disponíveis.

"Eu esperava um mercado lento, mas acho que me surpreendi. Eu pensava que teríamos um pouco mais de negócios fechados agora", disse Steven Beer, advogado da Greenberg Traurig.

Filmes como "Suck", com vampiros e rock'n roll, e a produção de Woody Harrelson sobre super-heróis "Defendor" estavam entre as exceções que encontraram distribuidoras.

Ainda que as receitas de bilheteria tenham avançado em relação ao ano passado, o setor de cinema independente tem sofrido com a queda nas vendas de DVDs e a redução das fontes de financiamento.

Também há incertezas sobre como os downloads e os filmes por demanda na televisão afetarão as receitas futuras.

"É uma mudança permanente", disse Beer. "O custo da distribuição de filmes continua a subir, então o fator de risco é tão considerável que o setor se tornou muito conservador."

Colocado bem antes da temporada do Oscar de Hollywood, o festival de Toronto já favoreceu no passado pequenas produções como "Quem Quer ser um Milionário" e "O Lutador", que conseguiram indicações e prêmios no Oscar.

As apostas se concentraram neste ano sobre o filme "Precious: Based on the Novel 'Push', by Sapphire", sobre uma adolescente com problemas que cresce no Harlem. O filme tem o apoio de Oprah Winfrey.

Outros que reuniram atenções foram a animação "Up - Altas Aventuras", de Jason Reitman, "Get Low", de Robert Duvall, e "The Men who Stare at Goats", de George Clooney.

 
<p>As apostas do Festival de Toronto se concentram no filme "Precious: Based on the Novel 'Push', by Sapphire", que conta com o apoio da apresentadora Oprah Winfrey. REUTERS/Mark Blinch</p>