"Não sou um mero enfeite," diz príncipe William

quarta-feira, 23 de setembro de 2009 11:22 BRT
 

Por Stefano Ambrogi

LONDRES, 23 de setembro (Reuters Life!) - O príncipe William da Grã-Bretanha disse nesta quarta-feira que não quer ser visto como mero "ornamento" quando o assunto é o dos deveres reais, e que ele e seu irmão, Harry, querem levar adiante e ampliar o trabalho de caridade de sua família.

"Há um tempo e um lugar apropriados para ser um ornamento --você sabe, cumprimentar pessoas, comparecer a eventos e manifestar apoio dessa maneira," disse William à televisão BBC.

"Mas acho que há muito mais a ser ganho quando se faz coisas de fato. E este é apenas um exemplo de algo no qual quero me envolver mais."

William, 27 anos, é o segundo na linha de sucessão ao trono britânico, depois de seu pai, Charles. Ele falou numa reunião do Fórum de Caridades dos Príncipes, criado em 2006, que reúne 20 grupos diversificados, incluindo organizações de caridade, duas vezes por ano.

O príncipe Harry, 25 anos, que, como William, busca fazer carreira nas forças armadas, não estava presente na reunião que aconteceu no Palácio St. James, perto do Palácio de Buckingham, porque estava num curso de treinamento em helicópteros.

"Ele não voa bem, então precisa treinar mais que eu," brincou William.

Ele disse que os dois irmãos querem "envolver-se mais" e estão determinados a fazer uma diferença.

Para destacar o engajamento deles, disse William, os dois príncipes estão criando uma fundação de caridade.   Continuação...

 
<p>O Pr&iacute;ncipe William n&atilde;o quer ser visto como mero 'ornamento' e ressalta seu trabalho volunt&aacute;rio REUTERS/Toby Melville (BRITAIN)</p>